NP

Palmeiras se manifestou oficialmente sobre o tema (Foto: Reprodução)

LANCE!/NOSSO PALESTRA
02/07/2021
09:30
São Paulo (SP)

Na noite desta quinta-feira (1), o Palmeiras usou suas redes sociais para se manifestar publicamente em favor da votação urgente e pela aprovação da chamada ‘Lei do Mandante’, que volta a permitir que o clube possa negociar os direitos de transmissão nos jogos nos quais for mandante. No texto publicado, o clube pede agilidade com o andamento do processo legal, afinal, a antiga MP perdeu validade ainda em 2020.

– Os clubes do futebol brasileiro estão unidos pela APROVAÇÃO, antes do recesso parlamentar em julho, do PL 2336/21 (Lei do Futebol Livre – mandante). Maior concorrência, mais investimentos e melhor espetáculo para os milhões de torcedores. #aprovaPL2336 – tuitou o perfil oficial do Palmeiras.

Dirigentes de clubes das Séries A e B estão em Brasília desde de o último dia (30) para reforçar apoio à lei do mandante. O grupo já esteve com o presidente da Câmara, Arthur Lira, com deputados federais e ainda tem um encontro com o presidente Jair Bolsonaro. Há dois movimentos. Além de protestarem a questão dos direitos de transmissão, os clubes ainda querem maior liberdade para mandarem jogos nas praças que decidirem.

Ainda em 2020, o presidente Jair Bolsonaro editou uma Medida Provisória que permitia ao mandante negociar o próprio direito, independentemente de contratos que o time visitante tivesse firmado. Roberto Trinas, executivo de marketing do Palmeiras, está liderando o processo junto a outros dirigentes dos clubes..

Quando dessa medida de Bolsonaro, surgiram uma série de ações judiciais. A Rede Globo, principal detentora de direitos de transmissão do país, alegou que os contratos firmados antes da MP devem respeitar os acordos nos contratos. Alguns juízes, no entanto, entendem que vale o que está no texto da MP.

O Palmeiras, que tem contrato com a TNT e com a Globo, luta pela liberdade de transmitir como preferir os jogos nos quais for mandante.