Treino Palmeiras Bolívia

Elenco do Palmeiras realizou treinamento na altitude de La Paz (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

LANCE!/NOSSO PALESTRA
14/09/2020
21:24
São Paulo-SP

O Palmeiras iniciou na tarde desta segunda-feira (14), em La Paz, capital da Bolívia, a preparação para enfrentar o Bolívar, na quarta-feira (16), às 21h30, no Estádio Hernando Siles, com mais de 3600 metros de altitude.

Será o primeiro compromisso do Verdão pela Libertadores nesse período pós-paralisação devido à pandemia.  A comissão técnica de Vanderlei Luxemburgo optou por viajar para a Bolívia logo após o empate com o Sport, na noite do último domingo (13). O objetivo é acostumar ao máximo o elenco à altitude de La Paz.


O preparador físico Antônio Mello explicou o planejamento do clube para minimizar os efeitos adversos:

– Nós viemos para cá (Bolívia) para recuperar os jogadores que atuaram contra o Sport e viemos com antecedência principalmente para identificar os problemas que a altitude traz e que podem interferir diretamente nas ações de jogo. Primeiramente, um dos empecilhos é a hiperventilação, que é a respiração ofegante, depois vem a rarefação do ar, que traz uma dor de cabeça, uma tontura… isso tudo já foi superado hoje (segunda-feira) no treino.

– Os atletas responderam muito bem e agora estamos fazendo um trabalho específico para os goleiros. A bola em uma distância de 50 a 60 metros toma uma trajetória muito irregular e estamos preparando nossos goleiros para isso. Viemos com finalidades. É um trabalho simples, mas muito eficiente. A ideia é minimizar com confiança e sabedoria os efeitos da altitude e buscar um bom resultado – completou o preparador físico Antônio Mello.

O Palmeiras está treinando no Estádio Rafael Mendoza, casa do The Strongest, rival local do Bolívar.

Treino Palmeiras La Paz
Palmeiras treina em La Paz (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)


O meia Lucas Lima permaneceu no hotel para realizar tratamento de uma pancada no pé esquerdo, em lance diante do Sport na última partida. Todos os demais titulares realizaram uma atividade regenerativa e um trabalho rápido com a bola.

Para ambientar os goleiros às adversidades da altitude boliviana, o restante do elenco treinou finalizações de longa distância, além de uma atividade técnica de troca de passes em campo reduzido.

A boa notícia é o atacante Luiz Adriano, que ficou fora do jogo contra o Sport por dores na coxa, treinou sem qualquer tipo de restrição e não preocupa para o duelo diante do Bolívar.

O zagueiro Gustavo Gómez, que já atuou diversas vezes na altitude, defendendo a camisa do Paraguai, comentou:

– A adaptação é difícil. Hoje (segunda-feira) eu e meus companheiros já começamos a entender a altitude e seus efeitos. A comissão decidiu vir dois dias antes para nos aclimatarmos melhor e isso vai ajudar bastante. Temos de estar focados e concentrados para o jogo, que é o mais importante. Precisamos jogar de maneira inteligente. Joguei com a altitude pela Seleção Paraguaia e precisamos marcar o adversário de perto e ficar ligado o tempo todo.

Zé Rafael e Gustavo Gómez
O zagueiro Gustavo Gómez e o meia Zé Rafael durante o treino (Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras)


O Palmeiras lidera o grupo B da Libertadores, com duas vitórias em dois jogos, e volta a treinar no Estádio Rafael Mendoza nesta terça-feira (15), às 17h – horário de Brasília.