Mano Menezes Palmeiras

O técnico Mano Menezes deixou o Palmeiras com menos de três meses no cargo (Agência Palmeiras/Divulgação)

William Correia
01/12/2019
20:18
São Paulo (SP)

Mano Menezes e Alexandre Mattos não resistiram à derrota por 3 a 1 para o Flamengo, sob intenso xingamento dos torcedores no Allianz Parque. O Palmeiras decidiu pela saída do técnico e do diretor de futebol neste domingo.

A troca de comando foi uma decisão do presidente Mauricio Galiotte. A conclusão é que o trabalho deles não surtiria mais efeito depois de ficar sem vencer nas cinco últimas rodadas do Campeonato Brasileiro, caindo para a terceira colocação, a 19 pontos do Flamengo a duas partidas do fim.

Mano Menezes foi contratado em 2 de setembro para substituir Luiz Felipe Scolari. Foram 20 partidas, com 11 vitórias, cinco empates e quatro derrotas, acumulando aproveitamento de 63,3%. Tinha contrato até dezembro de 2021, mas ficou menos de três meses e deixa o clube mesmo com duas partidas ainda na temporada.

A troca de técnico volta a ocorrer depois de uma derrota para o Flamengo. Em 1 de setembro, há exatos três meses, Felipão levou 3 a 0 do clube carioca, no Maracanã, e deixou o clube depois de mais de um ano. O jogo deste domingo foi a pior derrota em cinco anos de Allianz Parque - nunca o time tinha perdido no estádio levando três gols e com mais de um de diferença.

Alexandre Mattos vem sendo o principal alvo de protestos da torcida neste segundo semestre. Estava no clube desde 2015 e também tinha contrato até dezembro de 2021. Vinha fazendo o planejamento para o ano que vem ao lado de Mano, mas não resistiu e deixa o Palmeiras por decisão de Galiotte.