Willian operou o joelho direito em dezembro e só volta a jogar no segundo semestre

Atacante está liberado pelos médicos e já começou um trabalho de transição física (Agência Palmeiras/Divulgação)

LANCE!
21/05/2019
18:08
São Paulo (SP0

Nesta terça-feira, completa cinco meses da cirurgia para reconstrução do ligamento cruzado anterior do joelho direito de Willian, e ele está cada vez mais próximo de voltar a jogar pelo Palmeiras. O atacante recebeu a liberação dos médicos e já iniciou o trabalho de transição física. Deve ficar à disposição do técnico Luiz Felipe Scolari depois da Copa América, em julho.

- Já falta pouco. Foram cinco meses de trabalhos intensos e até brinco com o Jomar (Ottoni, coordenador de fisioterapia) que vejo mais ele do que a minha família, mas sei que toda essa dedicação será recompensada da melhor maneira possível. Estou muito motivado e me sentindo extremamente bem fisicamente. Estamos na reta final e logo estarei fazendo o que mais gosto, que é jogar futebol - declarou.

Desde o mês passado, Willian tem realizado trabalhos particulares no gramado da Academia de Futebol, exercitando piques e também treinando com bola. A recuperação é considerada um sucesso pelo Núcleo de Saúde e Performance do clube.

- O Willian é um cara sensacional. Um atleta fantástico e muito dedicado. Nesses cinco meses, chegou todos os dias com a mesma motivação, realizou os exercícios sem reclamar e sempre quis aperfeiçoar algo. A genética dele também é muito boa e já está anatomicamente liberado para a transição física - elogiou Jomar Ottoni.

Willian rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho direito em 25 de novembro, quando deu o passe para Deyverson fazer o gol da vitória por 1 a 0 sobre o Vasco, que garantiu o título brasileiro ao Palmeiras. Foi operado em dezembro e nem foi inscrito no Campeonato Paulista ou na Libertadores, já que a previsão sempre foi de volta a atuar só depois da Copa América.

No Palmeiras desde o começo de 2017, Willian fez gol em todas as competições oficiais que disputou pelo clube e ostenta números chamativos. No total, tem 34 gols e 15 assistências em 121 partidas pelo clube. É o vice-artilheiro do atual elenco, terceiro maior goleador do Allianz Parque (15 gols no estádio) e o oitavo maior artilheiro do Verdão no século.