William Correia
13/01/2019
12:21
São Paulo (SP)

A manhã de domingo foi de nostalgia e até golaços no Allianz Parque. No jogo de despedida de Zé Roberto, que se aposentou no fim de 2017 para virar assessor técnico do Verdão, o ex-craque de 44 anos fez dois gols em jogo que teve também Edmundo e D'Alessandro no empate por 6 a 6 entre Palmeiras de Todos os Tempos e Amigos de Zé Roberto.

O estádio teve 20.424 torcedores para ver a partida na qual Zé Roberto também homenageou antigos amigos do Pequeninos do Jockey, time em que atuou na infância, e da Portuguesa, clube que o revelou, nos anos 1990. Foi o último passo para uma carreira de mais de duas décadas como profissional, com os títulos da Copa do Brasil de 2015 e do Brasileiro de 2016 no Verdão.

A partida começou com Zé Roberto mostrando-se o melhor fisicamente pelo Palmeiras, com D'Alessandro, ainda em atividade pelo Inter, fazendo o mesmo pelo time dos amigos do homenageado do dia. No Verdão, contudo, Edmundo era o mais exaltado pela torcida e arriscou jogadas individuais, buscando o seu gol, enquanto colegas famosos como Rivaldo e Alex faziam a bola correr mais.

Nesse clima, do outro lado, D'Alessandro abriu o placar encobrindo Sérgio. Depois, Zé Roberto causou lamentação acertando o travessão e, pouco depois, Alex aproveitou rebote para empatar, de pé direito. Na sequência, Edmundo teve um gol anulado porque o árbitro já tinha marcado falta. Na cobrança, um golaço de Zé Roberto.

D'Alessandro ainda fez outro, mas a festa, que já estava completa, melhorou com a jogada mais bonita da partida: Edmundo acertou um forte chute, de fora da área, no ângulo. Zé Roberto fez questão de lustrar as chuteiras do Animal na comemoração do lance.

No fim do primeiro tempo, Túlio deixou Sérgio no chão para empatar em 3 a 3 para os Amigos de Zé Roberto. Depois do intervalo, Paulo Nunes teve um gol anulado, mas fez outro logo depois e levantou a torcida comemorando usando uma máscara de porco, como ficou marcado em sua passagem pelo clube.

Zé Roberto ainda fez outro, mostrando sua habitual qualidade para dominar a bola e ampliar para 5 a 3 para o Verdão. Pouco depois, ele ainda acertou o travessão pela segunda vez na sua partida de despedida. Sempre sob intenso aplauso dos presentes em campo e nas arquibancadas. Em um momento da partida, chegou a ir para a defesa e fazer embaixadinhas.

Na sequência da partida, Giovanni, ex-Santos, fez para os Amigos de Zé Roberto, Alex Mineiro chegou a colocar o Palmeiras em vantagem, com 6 a 4, mas Jackson, ex-Lusa, cobrando pênalti, e Seedorf fecharam o empate por 6 a 6. De excelente tamanho para um domingo de festa.

Confira quem esteve presente em campo no adeus de Zé Roberto:

Amigos do Zé Roberto
Goleiros: Clemer, Carlos Germano e Fábio Costa
Laterais: Gabriel, Evanílson, Alberto Valentim, Gilberto e Kléber
Zagueiros: Aldair, Pedro Geromel e Edmílson
Meias: Lincoln, Giovanni, Elano, Rodrigo Fabri, D’Alessandro e Seedorf
Atacantes: Sávio, Alberto e Túlio Maravilha

Palmeiras de Todos os Tempos

Goleiros: Velloso e Sérgio
Laterais: Rubens Júnior, Cláudio Guadagno e Júnior
Zagueiros: Júnior Baiano, Roque Júnior, Tonhão e Antônio Carlos
Meias: César Sampaio, Galeano, Amaral, Pierre, Wendel, Alex, Marcos Assunção, Rivaldo e Ademir da Guia
Atacantes: César Maluco, Oséas, Paulo Nunes, Euller, Edmundo e Alex Mineiro
Treinadores: Rubens Minelli e Dudu (ex-volante)