LANCE!/NOSSO PALESTRA
18/09/2020
18:46
São Paulo (SP)

O volante e lateral Gabriel Menino concedeu uma entrevista coletiva nesta sexta-feira (18) após ser convocado, pela primeira vez na carreira, para a seleção brasileira.

– Eu estava almoçando com a minha mãe. Meu empresário me ligou, me deu parabéns. Aí eu “de novo me dando parabéns?”. Achei que era pelo meu gol. Ele disse “você vai vestir a amarelinha”. Ele me mandou o vídeo… Me emocionei, minha mãe também. Choramos juntos.

Menino
Gabriel Menino em ação pelo Palmeiras (Foto: César Greco/Palmeiras)


Além disso, Menino disse que não esperava ser chamado por Tite:

– Me surpreendi. Sabia que teria a convocação, mas não sabia que seria tão cedo. É agradecer a Deus pela oportunidade e agarrar com as duas mãos.

O atleta, também, não escondeu sua admiração por jogadores que estarão com ele na seleção, como Neymar, um dos melhores do mundo, e Gabriel Jesus, ex-atacante do Palmeiras:

– O jogador que eu mais admiro é o Neymar. Jesus também, que fez história aqui e eu quero fazer isso também, além de ir pra um time da Europa. O Neymar é meu ídolo e sou muito fã dele.

Gabriel Menino Seleção
Gabriel já foi convocado e marcou um golaço pela seleção Sub-20 ( Foto: Fernando Torres / CBF)


Gabriel comentou, também, a comparação feita pelo jornal espanhol AS entre ele e Casemiro, o volante titular do Real Madrid:

– É uma honra ser chamado de Casemiro por tudo que ele joga e fez. Quero fazer história, ganhar os títulos assim como ele. É uma honra.

O jogador, ao ser questionado sobre sua polivalência, mostrou-se disposto a jogar em qualquer posição para ajudar a equipe:

– (Versatilidade ajudou?) Acho que sim. Jogador tem que ter mais de uma posição. Não saber jogar em todas, mas em algumas. Para onde precisar, estarei a disposição e vou dar conta do meu espaço – e completou – para jogar eu aceito até goleiro. Eu quero jogar. Onde o professor achar que eu devo, eu vou jogar e dar meu melhor.

Por fim, Menino agradeceu ao treinador do Palmeiras, Vanderlei Luxemburgo, pela oportunidade na equipe principal:

– Tenho que agradecer muito ao professor (Luxa). Olhou mais a base, me deu oportunidade para jogar como lateral, volante, ponta. Ele me deu oportunidade de mostrar meu futebol para o Brasil, para o mundo. Agradecer a ele e a comissão por ter me ajudado, conquistado meu primeiro título como profissional. Minha primeira convocação para a Seleção. É só agradecer.

Gabriel Menino chegou à seleção com apenas 19 anos. Ele subiu à equipe principal do Palmeiras em 2020, se tornando, rapidamente, titular absoluto no time de Luxemburgo. Como profissional, ele soma 25 jogos, um gol e quatro assistências.