LANCE!
19/05/2018
23:56
São Paulo (SP)

Felipe Melo saiu do Allianz Parque extremamente aplaudido na vitória por 3 a 0 sobre o Bahia, e honrado pela condição de capitão. Roger Machado decidiu fazer um rodízio na faixa, que vinha sendo de Dudu no Palmeiras desde 2016, e chegou a vez do volante, que se orgulhou da braçadeira.

- Fiquei muito contente e feliz. A braçadeira é importante. A liderança é exercida durante a semana e os treinamentos. Mas me sinto muito honrado por entrar em campo com a braçadeira de capitão. Foi importante para mim - disse o camisa 30, que já exerce papel de líder e, neste sábado, apontou que as cobranças, inclusive as individuais, como vem ocorrendo com Lucas Lima, fazem bem.

- O apoio ao Lucas é o mesmo que demos ao Borja, que recebi quando precisei. Ninguém cobra de jogador que não tem qualidade. Todos sabem da qualidade do Lucas, e é importante a cobrança nele como foi em mim porque nos faz dar uma acordada. O Lucas é um grande profissional e vai colher os frutos do que vem fazendo nos treinos - comentou, ainda falando da pressão pós-Dérbi.

- Muito justo, porque perdemos seis em sete clássicos. Nós nos cobramos. Sou torcedor também. Quando não estou em campo, sou o mais corneta, gosto até de ver jogo sozinho. Mas torcedor não pensa muito, é na emoção. Faz parte. Em clube grande, tem pressão. Quem não se acostumar com isso, está no clube errado - definiu.

Em relação à partida, o meio-campista aprovou a sua atuação e a do Palmeiras. Ressaltou o benefício de o time ter balançado as redes aos dois minutos e não diminuir o ritmo, lembrando do empate por 2 a 2 diante do próprio Bahia, no ano passado, no Pacaembu, que culminou com a saída de Cuca do clube.

- O time demonstrou uma gana de vencer desde o primeiro minuto, isso foi muito importante. Na primeira oportunidade que surgiu, fomos felizes em concluir no gol, e continuamos em cima deles. Frisei antes do jogo que, na temporada passada, acabamos o primeiro tempo com 2 a 0 e sofremos o empate. Então, tínhamos de continuar em cima. Geralmente, os times vêm fechados, a torcida perde a paciência, acabamos fazendo as coisas com pressa também. Por isso, foi importante já começar fazendo gol.