William Correia
02/10/2018
07:30
São Paulo (SP)

Nesta quarta-feira, pelo jogo de volta das quartas de final da Libertadores, Valdivia voltará ao Allianz Parque para atuar pela sétima vez no estádio do Palmeiras. Hoje vestindo a camisa do Colo-Colo (e com a missão de reverter a derrota por 2 a 0 na ida, em Santiago), o meia de 34 anos retornará a um palco no qual já foi reverenciado, vaiado e pouco ganhou.

Pelo Verdão, são seis partidas na arena, com duas vitórias, três empates e uma derrota, sem nenhum gol nem assistência. Na última vez em que jogou no local com a camisa do clube mandante, ficou no 0 a 0 diante do ASA-AL, em 27 de maio de 2015, pela Copa do Brasil, que o time conquistaria já sem a presença do camisa 10 (não teve seu contrato renovado e, em agosto de 2015, foi para o Al Wahda, dos Emirados Árabes Unidos).

Depois de deixar o Palmeiras, Valdivia ainda retornou ao Allianz Parque uma vez: em 10 de outubro do ano passado, jogou pela seleção chilena, participou da derrota por 3 a 0 para o Brasil, pela última rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, e não conseguiu levar seu país para disputar o Mundial da Rússia.

O LANCE! relembra todos os jogos de Valdivia no Allianz Parque:

7/12/14 - Palmeiras 1 x 1 Atlético-PR - Brasileiro
Claramente longe de estar em plenas condições físicas, ainda sofrendo com lesão muscular, Valdivia foi um dos mais exaltados pela torcida naquela última rodada do Campeonato Brasileiro. O Palmeiras corria sério risco de rebaixamento e, sob a batuta do camisa 10, dono de grande atuação, conseguiu o ponto que o salvou de cair no ano de seu centenário.

4/4/15 - Palmeiras 3 x 1 Mogi Mirim - Paulista
Valdivia demorou a se recuperar de problema muscular e a partida, válida já pela 14ª rodada do Estadual, marcou sua estreia na temporada. Os quase 30 mil torcedores presentes pediam sua presença em campo e vibraram intensamente quando o técnico Oswaldo de Oliveira o chamou para entrar aos 30 minutos do segundo tempo. O chileno jogou bem, aplicando belos dribles e passes e quase fazendo dois gols, um deles por cobertura, mas sem nenhuma assistência para a equipe balançar as redes.

12/4/15 - Palmeiras 1 x 0 Botafogo-SP - Paulista
No jogo único válido pelas quartas de final do Estadual, o Palmeiras sofria para balançar as redes até que Valdivia saiu do banco, aos 28 minutos do segundo tempo, e foi decisivo: limpou a marcação e abriu para Lucas cruzar e Leandro Pereira fazer o gol da classificação. Os torcedores que vibraram com sua entrada o aplaudiram intensamente.

9/5/15 - Palmeiras 2 x 2 Atlético-MG - Brasileiro
Valdivia foi titular nesta primeira rodada do Brasileiro, e sentiu pela primeira vez o que é ser vaiado no Allianz Parque. O Palmeiras sofreu diante dos reservas do Atlético-MG, empatando somente no último lance, e a torcida não poupou a atuação apática do time e do chileno, substituído aos 15 minutos do segundo tempo, quando a equipe perdia por 1 a 0.

24/5/15 - Palmeiras 0 x 1 Goiás - Brasileiro
Mais um jogo em que Valdivia atuou a partida inteira, e pouco produziu com a bola nos pés, faltando mais participação para ajudar o time a criar. O camisa 10 chamou mais atenção reclamando da arbitragem e levou cartão amarelo por abusar das contestações.

27/5/15 - Palmeiras 0 x 0 ASA - Copa do Brasil
Naquele que seria o seu último jogo pelo Palmeiras no Allianz Parque, Valdivia mostrou só alguns lampejos de bom futebol e não escapou das vaias que a torcida destinou ao time inteiro. A equipe não conseguiu balançar as redes do frágil adversário e só se classificou no jogo de volta graças ao primeiro gol da carreira de Gabriel Jesus, em vitória por 1 a 0, em Londrina.

10/10/17 - Brasil 3 x 0 Chile - Eliminatórias


O vídeo acima, do momento em que Valdivia foi anunciado como titular do Chile contra o Brasil, no Allianz Parque, simboliza o que Valdivia deixou como lembrança no Palmeiras: vaias misturadas a aplausos. Em campo, ele foi o mais participativo de sua seleção, mas não conseguiu evitar que o país campeão das duas últimas Copas América ficasse fora da Copa do Mundo.