Palmeiras x Santos - Comemoração

(Foto: Divulgação/ Flickr)

Fabio Chiorino e Rodrigo Borges
22/05/2019
08:57
São Paulo (SP)

É impossível não enxergar a consistência do Palmeiras. São muitos os fatores que consolidaram o clube como potência do futebol brasileiro. Do ajuste das finanças aos três títulos nacionais nos últimos quatro anos, o Verdão de forma natural ganhou o status de favorito em todos os torneios que disputa. E esta sensação foi amplificada pela invencibilidade de 28 jogos no Campeonato Brasileiro e, agora, pela vitória maiúscula contra o Santos do técnico Jorge Sampaoli. Mas cravar o título depois de cinco de 38 rodadas é uma pressa descabida.

O retrospecto histórico das última cinco edições do Brasileirão mostra o perigo desta futurologia. Só em 2017 o líder na quinta rodada, o Corinthians, foi o campeão no fim. Mesmo no ano passado, o Verdão só chegou à liderança na 27ª rodada. Sim, o Palmeiras é hoje o grande favorito ao título, mas ainda há pela frente não só a Copa América, como os mata-matas de Copa do Brasil e Libertadores. A temporada é longa e dificilmente os grandes clubes chegam a dezembro sem alguma turbulência. A torcida pode até se empolgar, mas convém duvidar da certeza dos prognósticos precoces.

Quer ler mais opinião e informação todos os dias? O LANCE! Espresso é uma newsletter gratuita que chega de manhã ao seu e-mail, de segunda a sexta. É uma leitura rápida e saborosa como aquele cafezinho de todos os dias, que vai colocar você por dentro das principais notícias do esporte. A marca registrada do jornalismo do LANCE!, com análises especiais. Clique aqui e inscreva-se.