Angulo Palmeiras

Na mira de Cruzeiro e outras equipes, Angulo treinou no Allianz nesta sexta-feira (Agência Palmeiras/Divulgação)

William Correia
06/03/2020
15:26
São Paulo (SP)

O Palmeiras está disposto a emprestar Iván Angulo e o Cruzeiro diz estar próximo de concluir sua contratação. O Verdão, no entanto, abre negociação com outras equipes interessadas no atacante colombiano que, por enquanto, não está nos planos do técnico Vanderlei Luxemburgo para 2020.

A posição alviverde é de que há vários clubes interessados, inclusive o Cruzeiro, e o Palmeiras estuda a melhor opção junto com os representantes do atleta para definir seu destino. Enquanto isso, mesmo sem estar inscritos na Libertadores e no Campeonato Paulista, o jogador segue treinando no clube.

A procura do Cruzeiro já ocorreu no começo do ano, quando Luxemburgo ainda estava analisando o elenco e, a princípio, poderia contar com o colombiano. Mas Angulo voltou do Pré-Olímpico lesionado e, diante da concorrência, uma nova procura vinda de Belo Horizonte motivou a abertura da negociação. A diretoria mineira diz que o empréstimo não foi selado ainda somente por desacerto com um intermediário nas tratativas.

- Já está tudo acertado com o Palmeiras. O jogador também quer jogar no Cruzeiro, não há problemas. Mas o agente quer uma comissão muito acima do que o Cruzeiro pode pagar. Se não diminuir esse valor, não haverá acerto. A gente foi ao limite. Podemos pagar um valor de comissão, e o agente quer um valor muito maior. Falta isso ser resolvido - disse o diretor de futebol do Cruzeiro, Ocimar Bolicenho, ao Superesportes.

O Verdão afirma que o acerto ainda não ocorreu, embora o Cruzeiro seja, realmente, o clube mais próximo no momento. Outros times, inclusive da Série A - a equipe mineira disputará a segunda divisão nacional em 2020 - também procuraram o Palmeiras a respeito de Angulo.

Revelado no Envigado, da Colômbia, Angulo chegou ao Palmeiras no ano passado, inicialmente por empréstimo, para o time sub-20. Em junho, depois de se destacar na conquista da Copa do Brasil da categoria e no Mundial sub-20, foi comprado por 3 milhões de dólares (cerca de R$ 12 milhões na época) e integrado ao profissional, mas não jogou nenhuma partida, disputando somente campeonatos nas categorias de base. Tem contrato até 2024.