Maurício Galiotte e Seraphim Del Grande são investigados pela Polícia Civil

Seraphim Del Grande (direita) ao lado de Maurício Galiotte (Foto: Fabio Menotti/Palmeiras)

LANCE!/NOSSO PALESTRA
28/11/2020
09:00
São Paulo (SP)

Na última sexta-feira (27) diversos conselheiros do Palmeiras solicitaram ao presidente do Conselho Deliberativo do clube, Seraphim Del Grande, o cancelamento da eleição para novos vitalícios, convocada pelo mesmo e marcada para o dia 7 de dezembro.

Os nomes que assinam o requerimento afirmam que uma eleição para novos conselheiros vitalícios vai contra o desejo e o interesse dos sócios e da torcida do Palmeiras. Os signatários também apontam o risco da realização de uma reunião desse porte em meio à pandemia para tratar de um assunto sem qualquer urgência, sendo que a reunião ordinária de outubro, obrigatória pelo estatuto do clube, ainda não foi nem mesmo convocada.

- Submeter conselheiros (as) a uma reunião que não demanda nenhuma urgência, para deliberar sobre assunto contrário ao interesse do associado, ignorando a ordem natural de reuniões do nosso estatuto e em meio a um novo pico de contaminação pela doença que nos rodeia não é apenas desnecessário, como temerário - afirma o documento.

Os requerentes destacam que a eleição para conselheiro vitalício ocorre por maioria do quórum de presentes, o que significa que ausências, mesmo justificadas, seriam capazes de influenciar diretamente o resultado, ainda mais em tempos de pandemia, quando o isolamento social é recomendado pelos órgãos de saúde.

Por fim, os conselheiros solicitam a convocação da reunião ordinária de outubro, com possibilidade de acesso online, para que sejam tratadas questões consideradas mais urgentes, como a situação financeira e o endividamento do Palmeiras a médio e a longo prazo.