Deyverson

Deyverson teve uma grande chance no Choque-Rei, mas parou em Tiago Volpi (Foto: Cesar Greco)

Thiago Ferri e William Correia
16/07/2019
07:00
São Paulo (SP)

Deyverson recebeu um puxão de orelha de Luiz Felipe Scolari por querer jogar como um "camisa 8" em vez de concluir jogadas como centroavante. Apesar da cobrança, o atacante segue respaldado pelo chefe e tenta nesta quarta-feira, contra o Internacional, marcar pela primeira vez no ano como visitante.

Ainda que seja o vice-artilheiro alviverde em 2019 com seis gols, o atacante só balançou as redes do Allianz Parque e do Pacaembu - quando o Verdão foi mandante. Sábado, no Morumbi, ele teve grande chance no empate em 1 a 1 com o São Paulo, mas seu chute foi defendido por Tiago Volpi.

- Eu quero ajudar muito a equipe, marco, corro e dou minha vida. E aí não estou na área para fazer o gol muitas das vezes. Mas dou o sangue pela equipe, muitas vezes não vou fazer gol, mas vou pressionar, tirar uma bola, fazer o adversário errar. A torcida tem que compreender às vezes, que não chuto no gol porque dou a vida ali, nos 220V pelos meus companheiros e para o Palmeiras - justificou.

O jogo que incomodou Felipão foi justamente a ida contra o Inter, no Allianz Parque. Deyverson saiu frequentemente da área e começou bem, mas exagerou ao tentar enfeitar jogadas e desperdiçou um contra-ataque com três palmeirenses contra apenas um colorado.

Após a vitória por 1 a 0, que poderia ter sido maior não fossem os erros da equipe na definição de jogadas, o técnico prometeu uma conversa com Deyverson. O centroavante ainda é aquele que melhor se encaixa no estilo de jogo vertical de Scolari, com bolas longas pelo alto. Borja, por exemplo, não cumpre as mesmas funções, e por isso perdeu espaço.

- O Deyverson tem me dado respaldo, vocês podem pensar que dei uma "carraspana" nele, sim, dei, publicamente e internamente, assim como chamei a atenção do Felipe Melo para ter cuidado nos lances em que os adversários provocam e ele leva o amarelo. São situações que vamos administrando no grupo. O Deyverson é um atacante que eu gosto muito, só não quero que perca as características. Adquirir outras é muito bom, mas não perca as principais dele, que é ser goleador - avisou Felipão, no sábado.

Em 2018, Deyverson fez cinco gols em casa e cinco fora; no ano anterior, novamente cinco como mandante e dois como visitante. Ele deve ser novamente titular no duelo de volta da Copa do Brasil, marcado para as 21h30, no Beira-Rio. O Verdão joga pelo empate para avançar à semifinal.

Os gols de Deyverson em 2019:
3/1 - Palmeiras 1 x 0 Botafogo-SP - Paulista - Allianz Parque
12/3 - Palmeiras 3 x 0 Melgar - Libertadores - Allianz Parque
10/4 - Palmeiras 3 x 0 Junior Barranquilla - Libertadores - Allianz Parque
4/5 - Palmeiras 1 x 0 Internacional - Brasileiro - Allianz Parque
18/5 - Palmeiras 4 x 0 Santos - Brasileiro - Pacaembu
13/6 - Palmeiras 2 x 0 Avaí - Brasileiro - Allianz Parque