Fellipe Lucena
29/01/2017
20:29
São Paulo (SP)

Os últimos testes vão, aos poucos, confirmando as certezas do Eduardo Baptista. Depois do empate com a Ponte Preta, por 1 a 1, o treinador revelou que Fernando Prass continuará sendo o dono da posição, mas ainda não definiu a montagem ideal para o ataque do Palmeiras na temporada.

Em entrevista coletiva, após a partida, o comandante afirmou que teve uma conversa com Prass e Jailson antes de fazer a escolha.

- Prass vai ser o goleiro. Definimos, conversamos com ele, com Jailson, junto com Oscar (Rodriguez, preparador de goleiros). São dois goleiros importantes. É uma decisão difícil, mas fácil - afirmou.


Se não restam dúvidas para a meta alviverde, Baptista ainda não sabe quem será o "centroavante" do time. Apesar de ter iniciado o amistoso com Willian entre os titulares, o técnico deixou aberta a briga pela vaga.

- A gente tem ainda o Alecsandro. Foi uma opção minha fazer um rodízio, porque o Barrios e o Willian não tinham jogado ainda. Estamos observando, não é por esse jogo que vamos definir, mas por toda a pré-temporada. Vamos analisar com calma para escolher o melhor. Temos tempo para tomar essa decisão - defendeu.

O Palmeiras se reapresenta nesta segunda-feira, às 9h30, para um jogo-treino com o Nacional.