Thiago Ferri
05/01/2018
13:48
São Paulo (SP)

Apresentados no Palmeiras, os agora companheiros Marcos Rocha e Diogo Barbosa tiveram um histórico de rivalidade em 2017. Enquanto o lateral-direito defendia o Atlético-MG, o esquerdo jogava pelo Cruzeiro e os dois chegaram a responder provocações publicamente. Segundo eles, a troca de farpas ficou para trás, mas na primeira entrevista na Academia de Futebol mostraram que a rivalidade mineira ainda não está totalmente esquecida.

- Está tudo resolvido, falamos sobre isto (rivalidade) lá dentro. Faz parte, no campo cada um defendia seu clube da melhor maneira possível e em clássico não tinha amizade, era pancadaria (risos). Mas ano passado eu fui melhor... - brincou Marcos Rocha, novo camisa 22 do Verdão.

- Será? Você ganhou o Mineiro, eu ganhei a Copa do Brasil (risos) - respondeu Diogo Barbosa, o 6.

- Em clássicos eu fui melhor (risos) - continuou Marcos.

- Eu em títulos (risos) - completou Diogo.


Durante a decisão do título mineiro de 2017, Diogo disse após a primeira final que a partida de volta "mostraria quem é quem" e que os atleticanos gostavam de falar. A entrevista repercutiu do outro lado do clássico, e na comemoração do Galo, Marcos Rocha provocou: "amanhã, seis horas da manhã, pega o jornal e leia 'campeão mineiro'. Vai ter a foto de 'quem é quem' lá".


Ao fim da entrevista dos dois na Academia de Futebol, Marcos Rocha pediu, rindo, uma foto dos dois abraçados para "não dar problema". No Palmeiras, ambos devem ser titulares da equipe de Roger Machado - enquanto o lateral-direito fechou por empréstimo de um ano, com opção de compra em dezembro, Diogo assinou por cinco anos.

- Foi sempre difícil enfrentar o Marcos, ele também teve dificuldades (risos). Agora estamos juntos, vamos tentar fazer o melhor. Quando soube da oferta do Palmeiras, fiquei empolgado. O atleta fica assim quando vê toda esta estrutura. Estou feliz de estar aqui. O Palmeiras vai ser uma grande evolução na minha carreira - comemorou Diogo.

- Desde que surgiu o interesse do Palmeiras não pensei duas vezes. Vai ser um ano importante, sair de casa foi um pouco difícil. São 12 anos na história do Atlético-MG, sendo campeão, e agora é começar outra história. Vejo uma equipe ambiciosa com jogadores de qualidade. Quero colocar meu nome na história do Palmeiras, também - acrescentou Marcos.

Além dos dois, o Verdão contratou o goleiro Weverton, o zagueiro Emerson Santos e o meia Lucas Lima - todos já foram apresentados. Ainda voltaram de empréstimo o zagueiro Thiago Martins, o lateral-esquerdo Victor Luis, o meia Allione e o atacante Artur.