Internacional x Palmeiras - Abel

Foto: Cesar Greco/Palmeiras

LANCE!/NOSSO PALESTRA
30/06/2021
22:17
São Paulo (SP)

Após 5 anos de tabu, o Palmeiras voltou a vencer o Internacional no Beira-Rio na noite desta quarta-feira (30) pela oitava rodada do Brasileirão. Em entrevista coletiva, Abel Ferreira elogiou a entrega do time em campo e parabenizou os jogadores por lutarem até o fim por mais uma vitória na competição.

– Eu sinto orgulho dos meus jogadores! Tremendo orgulho. Hoje foi preciso três coisas: correr e meus jogadores correram. Sofrer e meus jogadores sofreram. E foi preciso jogar e marcar. E eles fizeram isso. Parabéns para eles! Pelo que sei, o Palmeiras não tem sido muito feliz aqui. Vamos dar mérito aos jogadores e ao que fizeram com menos um. E quem entrou, entrou para ajudar. Foi uma vitória coletiva da equipe.

Em seguida, o treinador também destacou essa qualidade em Deyverson, ressaltando que, embora tenha suas limitações assim como ele, seu esforço era o que equipe precisava.

– O Palmeiras não tem os melhores jogadores do mundo e nem o melhor treinador. Mas ele tem algo que eu exijo dos jogadores. É uma entrega total e absoluta. É um orgulho para quem o vê correr e é um orgulho para nós. Ele entrega tudo em campo – afirmou.

Mesmo com um a menos desde o início da segunda etapa, o Verdão conseguiu desempatar no final da partida com Danilo. O português garantiu, para ele, que o Verdão merecia fazer o gol e sair com vitória em Porto Alegre.

– Já disse que, onde for ou contra quem for, o Palmeiras joga para vencer. Não vai vencer sempre.. Mas a equipe não se verga. Tem espírito muito grande e sabe lidar com momentos críticos. Acabamos fazendo o gol e foi merecido. É uma vitória merecida. Não merecíamos sair daqui sem os três pontos – apontou o técnico.

Por fim, Abel explicou o porquê de o time ter recuado tanto em campo, atraindo o adversário para a sua meta. Ele alegou que não pede que os jogadores façam isso e, ainda pontuou que a melhor forma de controlar o jogo é ampliando o placar.

– Eu não mando meus jogadores recuarem. Se puder ganhar por 1, 2, 3, 4, 5, 6, ganho como já ganhamos. Se o adversário não reagir, matamos o adversário. A melhor forma de matar o adversário é continuar fazendo gols. O adversário reage após sofrer gols.

O Palmeiras volta a campo neste domingo (04) às 16h (horário oficial de Brasília) pela nona rodada do Brasileirão e enfrenta o Sport na Ilha do Retiro em busca de sua sexta vitória no campeonato.