Major League Baseball - Yan Gomes

Yan Gomes se tornou o segundo brasileiro a conquistar o título da MLB (Foto: Divulgação)

LANCE!
31/10/2019
16:31
Washington (EUA)

O Washington Nationals conquistou o título inédito da World Series, a final da Major League de beisebol dos Estados Unidos (MLB), e o Brasil teve pela segunda vez na história um campeão do torneio. Após sair perdendo por 2 a 0, o time da capital, que tem no elenco o paulista Yan Gomes, engatou uma série de rebatidas e a partir da sétima e antepenúltima entrada e virou para 6 a 2, fechando a série melhor de sete por 4 a 3, na madrugada nesta quinta-feira.

O primeiro brazuca a erguer a taça foi Paulo Orlando, campeão em 2015 com o Kansas City Royals. Yan participou do jogo 7, como rebatedor e catcher, a sua especialidade (é aquele que pega a bola lançada pelo arremessador de seu time).

Titular em quatro jogos da série, Yan completou em 2019 sete anos na MLB. O atleta, que conheceu o beisebol em sua cidade natal, Mogi das Cruzes (SP), teve de mudar para os Estados Unidos com a família aos 12 anos, e lá seguiu na modalidade. Em 2012, estreou pelo Toronto Blue Jays, sendo o primeiro brasileiro a jogar nas grandes ligas da MLB. Após Orlando conquistar a World Series em 2015, Gomes bateu na trave em 2016 pelo Cleveland Indians. Na ocasião, os Indians perderam para os Cubs no jogo 7 da final histórica.

Yan teve o maior contrato de um brasileiro na história. Em 2013, o Cleveland pagou 23 milhões de dólares para ter o brasileiro por seis temporadas.

Só visitante venceu
O mais incrível desta final foi que nenhum jogo foi vencido pelo mandante. Esta é a primeira vez na história de qualquer decisão das grandes ligas esportivas (futebol americano, beisebol, basquete e hóquei no gelo) que isto acontece.

Astros brilham no início
Curiosamente, o jogo estava se desenhando para uma vitória do Houston (campeão em 2017 e favorito na final), que abriu 1 a 0 na segunda entrada, ampliou para 2 a 0 e viu seu primeiro arremessador, Zach Greinke, conceder uma única rebatida nas seis primeiras entradas (em cada entrada, o arremessador precisa eliminar três rebatedores rivais).

Que virada!
Porém, quando concedeu o primeiro "home run" na sétima entrada e com mais de 70 arremessos, ele foi substituído por Harris. Só que o atleta, logo na segunda bola que lançou, levou uma rebatida de Kendrick que resultou em "home run" e valeu a virada. Isso porque time da capital tinha um rebatedor em uma base: 3 a 2.

Na oitava entrada, veio mais um "home run" para os visitantes, quando Juan Soto (o segundo melhor jogador da série) impulsionou a corrida de Adam Eaton para o 4 a 2. Na última, Adam impulsionou as duas corridas que fecharam o placar em 6 a 2. 

Strasburg MVP
Na celebração, com a torcida do Astros frustrada, os jogadores do Nationals levantaram a taça e celebraram a escolha de Stephen Strasburg como o MVP das finais. Sua escolha se deve à atuação fantástica no jogo 6. Ele fez uma partida excepcional, jogando oito das nove entradas e garantindo a vitória.