Tour de France Mike Teunissen

Marco Bertorello / AFP

LANCE!
06/07/2019
12:33
Paris (FRA)

Numa prova acidentada, com três favoritos envolvidos em acidentes e caindo (dois deles com quedas feias) começou neste sábado em grande estilo a Volta da França, com uma etapa na Bélgica e final em Bruxelas de 194,5km. E com final incrível, como a chegada era plana e perfeita para sprinters, os melhores velocistas se colocaram juntos no km final, com o eslovaco da Bora, o tricampeão mundial Peter Sagan tomando a dianteira e perdendo o primeiro lugar para Mike Teunissen, holandês da Jumbo, no último metro. A diferença foi de apenas 10cm. Ewan Caleb terminou em terceiro. Todos com o mesmo tempo: 4h22m47s.

– Ainda nem estou acreditando. Nunca achei que seria camisa amarela por um dia da maior prova do ciclismo. Sou um ciclista muito bom, mas não para estar nesse nível. Daqui a pouco cai a ficha – disse Teunissen, que pela primeira vez ganhou uma etapa de Grande Volta.

As quedas também marcaram as provas. Restando 6km, Jakob Fulgsang, dinamarquês da Astana, se envolveu numa batida com outros dez ciclistas e saiu ralado e com, um corte no supercílio. Com muita dificuldade chegou no fim do pelotão.

Restando 1km para o fim veio o pior acidente, com Dylan Groenewegen, da Jumbo, praticamente sendo atropelado por um rival depois de uma queda em série que parou metade do pelotão e ainda levou o atual campeão Geraint Thomas ao solo (mas sem lesão). Apesar de muito machucado, Groenewegen cruzou a linha de chegada.

Neste domingo rolará, ainda em Bruxelas, a segunda etapa. Trata-se de um contrarrelógio de 27,6km, por equipes (cada time sai em bloco e separado dos demais). Movistar, Ineos, Bora e Quick Steps são as favoritas.