Vela

Competição tem recorde de inscritos com sete meses para o início (Foto: Divulgação)

LANCE!
11/04/2019
19:28
Le Havre (FRA)

Regata parte de Le Havre, na França, Transat Jacques Vabre com destino a Salvador, na Bahia, e é disputada em duplas. Ainda faltam sete meses para o início da 14ª edição do evento, o número recorde deve ser ainda maior com 55 duplas. As inscrições terminam em 12 de julho de 2019. Representantes de dez países estão confirmados incluindo Alemanha, Estados Unidos, Finlândia, França, Grã-Bretanha, Irlanda, Itália, Japão, Mônaco e Suíça.

A prova tem um percurso de 4.350 milhas náuticas ou mais de 8 mil quilômetros pelo Oceano Atlântico. Para chegar à Baía de Todos os Santos, os barcos enfrentam dificuldades, como fortes ventos e mudanças de temperaturas significativas.

- A Transat Jacques Vabre é uma regata especial para mim. Foi a minha primeira vitória em uma prova transatlântica (2011 com Jean-Pierre Dick). Também tive a oportunidade de navegar com velejadores excepcionais (Vincent Riou, Michel Desjoyeaux, Jean-Pierre Dick, Phil Legros e Christopher Pratt). Também estou feliz em retornar a Salvador da Bahia como em 2003. Este percurso é um clássico - disse o velejador francês Jérémie Beyou, do IMOCA Charal.

O Brasil será destino final da regata pela quarta vez consecutiva. Os barcos pararam em Itajaí (SC), nos anos de 2013 e 2015, e em Salvador na edição passada, em 2017.A capital baiana é a cidade que mais recebeu os barcos vindos da França por quatro vezes. A prova é considerada uma das principais regatas do mundo.

A categoria tem os principais nomes da vela oceânica como Vicent Riou, Nicolas Troussel, Jean Le Cam, Samantha Davies, Paul Meilhat, Clarisse Crémer, Armel Le Cléac’h, Alexia Barrier, Joan Mulloy, Yannick Bestaven e Roland Jourdain.

Além deles, os veleiros como o Hugo Boss, do britânico Alex Thomson, e o citado acima Charal, estarão na linha de largada.

Em 2019, a categoria terá novos capitães na Transat Jacques Vabre, como o norte-americano Sam Fitzgerald e o franco-inglês Luke Berry. Alguns são já tradicionais correndo de Class40, como a francesa Catherine Pourre, que vai sua quarta participação, e o francês Louis Duc, para a quinta.