Semana Internacional de Vela de Ilhabela

Prova desta segunda-feira (15) será de percurso longo (Foto: Divulgação)

LANCE!
14/07/2019
19:51
Ilhabela (SP)

A organização da Semana Internacional de Vela de Ilhabela 2019 encontrou uma solução para abrir a competição mesmo com falta de ventos em Ilhabela (SP). Com menos de 5 nós no início da tarde deste domingo (14), a comissão decidiu adiar a Alcatrazes por Boreste Marinha do Brasil e fazer uma regata de percurso médio na abertura do campeonato.

A prova de estreia teve 12 milhas náuticas para as classes ORC, IRC e C30, com largada na frente do Race Village até o Farolete 4. Para as demais categorias, a regata de abertura teve 8 milhas náuticas até o Farol dos Moleques.

A comissão de regatas definiu que a prova desta segunda-feira (15) será de percurso longo, podendo ser até a Alcatrazes por Boreste Marinha do Brasil ou para a ilha de Búzios. A previsão é de ventos de média intensidade. Também está prevista uma frente fria para a terça-feira (16).

- Nós tivemos muita sorte, mas o Cuca Sodré (comissão de regatas) como sempre está de parabéns. Havia uma previsão de que o vento talvez viesse do sul, e ele soube esperar. Quando o vento começou a soprar, decidiu não fazer a regata longa, porque senão os barcos demorariam muito a voltar, pelo horário da largada - destacou Mauro Dottori, organizador da Semana Internacional de Vela de Ilhabela.

- Foi uma decisão acertada, porque aproveitamos o vento e foi um dia maravilhoso de vela. E o astral de todo mundo melhorou muito, principalmente o da gente, que ganhou.

Além de diretor da competição, Mauro Dottori comanda o Caballo Loco, barco vencedor da regata de abertura na classe C30.

Os velejadores profissionais e amadores aprovaram a decisão e conseguiram disputar o evento, que chegou à sua 46ª edição e é considerado o maior da América do Sul. As regatas ocorreram após o tradicional desfile dos barcos na frente do Race Village.

- Poderia ter um pouco mais de vento, mas foi muito legal. Espero que amanhã o vento entre! A alternativa de colocar uma regata menor no lugar da Alcatrazes foi importante e todos os tripulantes puderam correr - disse Guilherme Rafare, comandante do Danadão, barco que fez sua estreia na Semana Internacional de Vela de Ilhabela.

A Semana Internacional de Vela de Ilhabela conta com vários estreantes nesta edição 2019. Uma delas é a surfista de ondas gigantes Maya Gabeira, integrante do BMW Motorrad. A atleta aprovou competir pela primeira vez nas águas de Ilhabela (SP).'

- Foi ótima a minha primeira experiência, bom para afinar a tripulação. Amanhã tem mais' - contou Maya Gabeira.

Para Marcos Sérgio Bechtold, estreante na Semana Internacional de Vela de Ilhabela, o primeiro dia de disputas surpreendeu. O catarinense integra o Itajaí Sailing Team.

- Foi um dia excelente. Havia uma previsão de vento bem ruim, mas no final entrou um vento maravilhoso, com um desfile de balões na raia. Cruzamos na frente, mas ainda não sabemos o resultado.

Em função do adiamento da Alcatrazes, a Semana Internacional de Vela de Ilhabela vai trocar a data da realização da regata Vela do Amanhã.

'- Agora estamos fazendo uma alteração para fazer a regata amanhã às 10 horas da manhã. O dia de descanso seria amanhã, mas estamos trocando. Só não sabemos o local de largada ainda, em função do vento. A condição de mar é boa, com pouca correnteza, e deu um vento excelente, todos conseguiram terminar a regata cedo - contou Cuca Sodré.

Das provas tradicionais de abertura da competição, apenas a Renato Frankenthal foi realizada. A prova de 10 milhas náuticas reuniu a flotilha dos HPE 25, e teve como vencedor o Ginga.