LANCE!
15/10/2018
21:58
Brasília (DF)

O Flamengo conseguiu sua segunda vitória seguida no NBB e segue 100% na competição. Nesta segunda-feira, os cariocas venceram o Universo/Brasília por 94 a 69, no Ginásio Nilson Nelson, no Distrito Federal. Os destaques da partida ficou para equipe rubro-negra: Olivinha anotou 21 pontos e oito rebotes, e Marquinhos, com 16 somados. Do outro lado, Graterol fez 23 e foi o cestinha da partida, e o time da capital federal sofreu a segunda derrota na disputa. 

O próximo jogo, o Flamengo encara o Joinville, na quarta-feira, às 20h30, no Rio de Janeiro. O Universo/Brasília só joga na próxima quarta-feira, às 21h, ao enfrentar o Corinthians. 

O JOGO

O confronto entre os dois maiores campeões do NBB prometeu emoção. Logo no primeiro período, o Flamengo demostrou versatilidade ao vir com três mudanças com relação a primeira partida, ao mesmo tempo que o Brasília mostrou igualar o embate, com Nezinho no comando. Além disso, um marco histórico foi visto na competição: Arthur, da equipe anfitriã, fez a cesta de número de 500 na disputa.

Na metade para o fim do quarto inicial, os brasilienses deixaram os Rubro-negros aumentarem vantagem, com chutes livres e aplicando contra-ataques rápidos. Com isso, a diferença foi aumentado cada vez mais, e Marquinhos anotou oito pontos e cinco rebotes para seguir no comando ofensivo.

Na volta para o segundo quarto, o Flamengo seguiu com o mesmo ímpeto. Além do fator ofensivo está funcionando, os cariocas reforçaram na marcação. O Brasília, por sua vez, tentava apresentar alguma reação, com Nezinho e Arhur. Enquanto isso, o Fla, castigou nas bolas de três pontos e fechou por 49 a 35 no primeiro tempo.

Na volta para segunda etapa, o Brasília não deu tantas facilidades para o Flamengo. Mas a equipe carioca não deixou o ritmo cair. Além disso, o clima chegou a esquentar entre Nezinho e David, mas logo foi separado por jogadores e arbitragem. Ao final, a diferença era de 19 pontos.

No último quarto, o Flamengo foi para administrar a situação, mas a equipe de Gustavinho não tirava a mão e jogou duro até o final. O Brasília em situação complicada, não mostrou mais a reação. Ao final: 94 a 69.