Gabriela Nicolino e Samuel Albrecht

Dupla brasileira garantiu vaga ao país na classe Nacra 17 em Tóquio 2020 (Foto: Jesus Renedo/ Sailing Energy)

LANCE!
10/08/2018
18:47
Aarhus (DIN)

Um dia após o Brasil garantir suas duas primeiras vagas na vela de Tóquio-2020, o país carimbou mais um espaço nas Olímpiadas. No Mundial de Classes Olímpicas, disputado na baía de Aarhus (Dinamarca), a dupla Samuel Albrecht e Gabriela Nicolino assegurou a classificação do país na classe Nacra 17 nesta sexta-feira. Os dois velejadores avançaram à medal race em quinto lugar, com 81 pontos perdidos, e ainda há chances de pódio no próximo domingo.

Neste sábado, as campeãs olímpicas Martine Grael e Kahena Kunze caem nas águas em busca de uma medalha na classe 49er FX. Atualmente, elas ocupam a quinta colocação na classificação; a regata decisiva começa a partir das 9h45 (horário de Brasília).

O Mundial que ocorre em terras dinamarquesas é o primeiro torneio classificatório para os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020. Além da atual disputa, velejadores poderão carimbar uma vaga nas Olimpíadas nos Mundiais de 2019 e outros eventos. Os atletas que irão representar o Brasil serão definidos ao longo dos próximos dois anos, de acordo com critérios técnicos estabelecidos pela Confederação Brasileira de Vela,  que se baseia nos resultados dos grandes torneios nacionais e internacionais.

Gabriela Nicolino e Samuel Albrecht
Gabriela Nicolino e Samuel Albrecht se mantiveram no top 10 da classe durante a semana (Foto: Jesus Renedo/ Sailing Energy)

A dupla Nicolino/Albrecht esteve a semana inteira no top 10 da classe Nacra 17. Nesta sexta-feira, Gabriela e Samuel disputaram três regatas: os dois somaram um 16º lugar, um oitavo e um décimo. Na mesma classe, João Bulhões e Bruna Martinelli encerraram sua participação no Mundial ocupando a 21ª posição, com um total de 180 pontos perdidos.

Esta sexta-feira também marcou o fim da fase de classificação em outras classes. Na 49er, Carlos Robles e Marco Grael terminaram em 26º lugar (157 pontos perdidos). Na RS:X feminina, Patrícia Freitas ficou em 20º (142 p.p.). E na RS:X masculina, Brenno Francioli acabou em 71º (223 p.p.)