José Neto (Flamengo) é o atual vencedor do prêmio

José Neto foi 12 vezes campeão com o Flamengo, no masculino. Agora, treina as mulheres  (Foto: João Pires/LNB)

Carlo Bandeira de Mello
25/06/2019
15:34
Rio de Janeiro (RJ)

Motivação é uma palavra constante no vocabulário da Seleção Brasileira feminina de basquete. O técnico José Neto, que conquistou 12 títulos pelo Flamengo, dentre eles uma Copa Intercontinental e quatro edições do NBB com os homens, terá como primeiro desafio no novo cargo os Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru.

O comandante, que foi anunciado em maio como novo treinador, expressou confiança em sua nova etapa e mira a conquista de medalhas.  

– Nós estamos iniciando um processo de uma nova metodologia, de uma nova maneira de trabalhar com o basquete feminino. A gente vai começar a implementar esse estilo de jogo. É uma competição de tiro-curto, com uma chave difícil, sendo que nosso primeiro jogo é contra o Canadá. Mas estamos bastante motivados para iniciar esse processo de mudança da melhor maneira possível – disse o treinador, que não hesita ao falar sobre a meta no evento.

- Agora, é o momento de acelerar o processo. Viajaremos no dia 16 de julho, para que a gente possa chegar em Lima da melhor maneira possível e que possamos brigar pela medalha – complementou Neto. 

O torneio feminino começará em 6 de agosto, quando o Brasil vai enfrentar o Canadá. No dia 7, o adversário da segunda rodada será Porto Rico e, no dia 8, a Seleção encerra sua participação na primeira fase, diante do Paraguai.

Os dois primeiros de cada grupo disputarão a semifinal, no dia 9. A final e a disputa do terceiro lugar estão marcadas para o dia 10. O Grupo B contará com Estados Unidos, Argentina, Colômbia e Ilhas Virgens. 

Quem está na torcida pelo bom desempenho do técnico, é uma das mais respeitas da modalidade: Hortência, que foi campeã mundial em 1994 e medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Atlanta. A ex-atleta afirmou que o resultado não vem no Pan de Lima, pois é um trabalho que leva tempo. 

– José Neto é um grande técnico. Temos que ter paciência para esperar o trabalho dele aparecer. Este trabalho não é algo que vai aparecer de imediato, mas sim a longo prazo – afirmou a ex-jogadora.  

José Neto
José Neto já passou pela Seleção masculina adulta, entre 2004 e 2016
(Foto: Divulgação/COB)

CARREIRA DO TÉCNICO
De 2001 a 2007, José Neto comandou a equipe adulta do Paulistano-SP, onde conquistou o título da Copa Sul (2003) e abriu caminho para que o clube atingisse o atual status. Além disso, dirigiu, o Ulbra/São Bernardo do Campo-SP (2007 e 2008), chegando ao vice-campeonato Paulista; Ulbra Rio Claro-SP (2008 e 2009), SE Palmeiras-SP (2010 e 2011), Basquete Joinville-SC (2011 e 2012), sagrando-se campeão Catarinense.

No Flamengo (2012 a 2018), conquistou títulos importantes: NBB (2012/2013, 2013/2014, 2014/2015 e 2015/2016), Copa Intercontinental (2014), Liga das Américas (2014) e Campeonato Carioca (2012, 2013, 2014, 2015 e 2016). Seu último clube foi o Levanga Hokkaido, do Japão (2018/2019).

Pela Seleção Brasileira masculina, de 2004 a 2016, participou de competições importantes com as equipes adulta e de base, seja como técnico, assistente técnico ou mesmo como supervisor: