Italo Ferreira - WSL Countdown Series

Italo vem de duas conquistas desde o retorno das competições da WSL (Foto: Damien Poullenot / WSL)

LANCE!
30/09/2020
18:40
Rio de Janeiro (RJ)

O campeão mundial de surfe Italo Ferreira  vai disputar a segunda vaga para as semifinais do WSL Countdown de Portugal com o italiano Leonardo Fioravanti. A definição aconteceu nesta quarta-feira, na praia de Ericeira. O potiguar havia levado a melhor na sua bateria de estreia, um dia antes. A etapa tem prazo até sexta-feira e a primeira chamada da quinta-feira será as 7h30 em Portugal, 3h30 da madrugada no fuso de Brasília.

O potiguar Jadson André não conseguiu aproveitar a segunda chance de classificação para as quartas e terminou em nono lugar, mas fez um grande duelo com o português Vasco Ribeiro na tarde da quarta-feira. A derrota foi por menos de um ponto e na sequência foi definido o adversário de Italo.

As meninas competiram pela manhã. Depois, a comissão técnica decidiu marcar a segunda fase masculina para as 16h, porque a maré já estava muito cheia e com poucas ondas boas. O confronto luso-brasileiro foi o primeiro a entrar no mar à tarde e começou um pouco lento, mas pegou fogo depois. Jadson abriu a bateria com nota 3,67 e Vasco com 4,17.

O brasileiro logo pegou sua segunda onda no pointbreak de direitas de Ribeira D´Ilhas e ela abriu uma parede mais longa para fazer cinco manobras, com cada uma valendo um ponto. Jadson assumiu a dianteira com nota 5,00 e depois veio uma grande calmaria, com a próxima série de ondas só entrando aos 17 minutos. Vasco mostrou a potência do seu frontside para receber 6,50, só que o potiguar deu o troco com cinco manobras potentes de backside que arrancaram nota 7,00 para se manter na frente.

O duelo prosseguiu eletrizante e o português acha uma onda muito boa cinco minutos depois, aproveitando a chance para variar grandes arcos com fortes batidas e rasgadas jogando água pra cima. Jadson pega a onda de trás e surfa bem também, com uma série de duas manobras verticais e fica o suspense pelas notas. Os juízes deram 8,07 para a do Vasco e 6,87 para a do brasileiro. Depois, não entrou mais nada de ondas boas e o português se classificou por 0,70 de diferença, no placar encerrado em 14,57 a 13,87 pontos.

- Claro que sempre vai ser difícil surfar contra o Jadson (André), pois ele é de longe um dos melhores surfistas do mundo. Em um mar assim, você tem que se concentrar em si mesmo, para tentar pegar as melhores ondas e elas não estão fáceis de encontrar nesta maré. Acho que amanhã (quinta-feira) vai estar bem melhor e Ribeira (D´Ilhas) certamente é um lugar especial para mim. Estou ansioso pelo último dia - disse Vasco Ribeiro, que conquistou o título mundial Pro Junior em 2014 nessa mesma praia, derrotando Italo Ferreira na final.

Após essa bateria emocionante, foi definido o adversário do campeão mundial Italo na segunda quarta de final. Fioravanti começou bem e dominou todo o confronto com o português Henrique Pyrrait. Ele foi aumentando a vantagem a cada onda e somou as notas das duas últimas, 5,87 e 6,63, para vencer por 12,50 a 10,93 pontos. Italo defende uma invencibilidade iniciada lá mesmo em Portugal no ano passado, no bicampeonato consecutivo conquistado na penúltima etapa do Circuito Mundial, o MEO Rip Curl Pro nas ondas de Supertubos, em Peniche.

Italo também venceu a final brasileira com Gabriel Medina no Billabong Pipe Masters, que decidiu o título mundial de 2019 no Havaí, além das duas competições que disputou esse ano. A primeira foi o evento noturno Onda do Bem, promovido pela WSL Latin America como parte do WSL Countdown na Praia de Itamambuca, em Ubatuba (SP). A outra foi na quarta-feira passada, o French Rendez-Vous Cup of Surfing que abriu a Euro Cup of Surfing na França.

Se passar pelo italiano, Italo irá disputar a primeira vaga na grande final do MEO Portugal Cup of Surfing com o vencedor do duelo entre o português Vasco Ribeiro e o marroquino Ramzi Boukhiam. Na chave de baixo, o japonês Kanoa Igarashi enfrenta o francês Maxime Huscenot na terceira quarta de final. Depois, o português Frederico Morais disputa a última vaga para as semifinais com o espanhol Aritz Aranburu.

As quartas de final femininas também foram definidas na quarta-feira, pela manhã em Ribeira D´Ilhas. As portuguesas se recuperaram bem, ganhando três das quatro baterias da segunda fase. A primeira vaga nas semifinais será disputada por Camilla Cardoso e a israelense Anat Lelior. A líder da Euro Cup of Surfing, a francesa Johanne Defay, está na segunda quarta de final com Carolina Mendes. Na terceira, tem outra francesa, Pauline Ado, contra uma portuguesa, Yolanda Hopkins. E na última, Teresa Bonvalot enfrenta a espanhola Nadia Erostarbe.