seleção brasileira - Brasil handebol

Assim como em 2017, Espanha é novamente o algoz do Brasil no Handebol (Foto: AFP)

LANCE!
21/01/2019
16:40
Colônia-ALE

Sonhar não custou nada. A Seleção brasileira foi derrotada pela Espanha por 36 a 24 nesta terça-feira, na Lanxess Arena, e não tem mais chances de avançar à fase final do Mundial de Handebol Masculino. Treinada por Jordi Ribera - que comandou o time brasileiro por sete anos - a equipe espanhola eliminou o Brasil no Mundial de 2017, por apenas um gol de diferença. 

DE CABEÇA ERGUIDA

A derrota, mesmo que acachapante, não apaga a campanha histórica do Brasil nesta edição do campeonato. O time verde e amarelo chegou pela primeira vez ao Top-12, como é conhecida a segunda fase da competição, encerrando assim a sua melhor participação em todos as edições de Mundial. 

O JOGO

O Brasil fez um primeiro tempo menos em intenso em relação ao encontro com a Croácia e sofreu com punições e “2 minutos”. Influenciado pela forte defesa espanhola, a Seleção brasileira foi obrigada a arremessar de longa e média distância, o que fez aumentar o índice de erros no ataque. Eficiente nos contra-golpes, a Espanha abriu vantagem e fechou o 1º tempo em 19 a 13.

Na segunda etapa, o time Rojo, que já fazia possivelmente sua melhor partida no Mundial, contou com atuação ainda mais inspirada do goleiro Gonzalo Pérez. Frustrada pelas tentativas perdidas, o Brasil sucumbiu a qualidade espanhola e encerrou sua participação efetiva no Mundial com uma derrota por 12 gols de diferença.

A Seleção Brasileira encerra sua oficialmente sua trajetória no Mundial nesta quinta-feira, às 12h30 (de Brasília), contra a Islândia. A partida define apenas em que posição ficará o Brasil entre os 12 melhores da competição.