Com delegação forte, Time Brasil mira medalhas e vagas para Tóquio 2020 no Pan de Lima

Governo anunciou ajustes nas regras do Bolsa Atletas para o período da pandemia (Foto: Divulgação/COB)

LANCE!
06/08/2020
14:05
Brasília (DF)

Um dia depois de anunciar que o próximo edital do Bolsa Atleta, que será lançado em janeiro de 2021, aceitará, para efeito de elegibilidade ao patrocínio, os resultados esportivos de 2019 e de 2020, em razão dos impactos no esporte mundial decorrentes da pandemia do novo coronavírus, o secretário Especial do Esporte do Ministério da Cidadania, Marcelo Magalhães, anunciou que a partir de 2021 os editais do programa serão sempre lançados no mês de janeiro. Não haverá edital em 2020.

- Os editais serão publicados sempre em janeiro. Nós procuramos acertar esse calendário para que respeite o ciclo de competições até dezembro, de modo que em janeiro a gente tenha sempre o edital publicado. Não vai ter mais gap. Ninguém vai ficar sem receber. O governo, com essa medida, começa a potencializar o Bolsa Atleta, porque a gente começa a pagar o benefício logo no início do ano seguinte ao ano de competição que foi encerrado - afirma Marcelo Magalhães.

- A publicação do próximo edital do programa Bolsa Atleta, em janeiro de 2021, é a garantia da manutenção do apoio aos atletas neste período conturbado em função dos reflexos da pandemia da Covid-19. É um compromisso do Governo Federal com o esporte brasileiro. Com o edital único, os atletas terão tranquilidade e o apoio necessário para treinos e competições, principalmente às vésperas dos Jogos de Tóquio 2021. O cancelamento de competições em 2020 não significará prejuízo a nenhum atleta - reforça o secretário Nacional de Alto Rendimento (SNEAR) da Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania, Bruno Souza.

Coordenador-geral do Programa Bolsa Atleta do Ministério da Cidadania, Mosiah Rodrigues, ex-atleta olímpico da ginástica artística, detalhou como se dará o processo a partir das publicações dos editais no primeiro mês do ano.

- Todos os atletas beneficiados atualmente pelo programa receberão a bolsa até março de 2021. Com o lançamento do edital em janeiro, os pagamentos aos contemplados terão início em maio de 2021 e isso deve ser mantido para os anos seguintes, de modo que os atletas recebam o quanto antes os benefícios referentes ao desempenho do ano anterior - explica Mosiah.