Giro da Italia

João Almeida segue com a Maglia Rosa (a camisa do líder) AFP

LANCE!
20/10/2020
12:18
Udine (ITA)

Um ciclista da fuga venceu a etapa 16 do Giro da Itália, Udine-San Daniele, de 229km, de montanha, a que marcou o início da última semana da segunda grande volta de 2020. E teve vitória da fuga. O pelotão que escapou na primeira das três subidas de San Daniele, abriu grande distância para o pelotão. Nos quilômetros finais, Jan Tratnik (esloveno da Emirates) e Ben O`Connor (australiano da NTT) travaram uma ótima briga, com direito a sprint final, com Tratnik vencendo com o tempo de 6h04min36s, com 7s de frente para o australiano. Foi a sua maior vitória na carreira.

Nenhum dos atletas da fuga que terminaram nos 15 primeiros lugares estava bem colocado na classificação geral. Tinham como foco vencer uma etapa. Assim, o pelotão dos líderes não forçou a barra, preferindo se resguardar para duas duras provas que ocorrerão a partir desta quarta-feira e que vão decidir o campeão. O líder João Almeida (português da Quick-Steps) chegou no grupo que cruzou a linha de chegada 13 minutos atrás dos vencedores. Nos metros finais, Almeida buscou um sprint e conseguiu chegar 3s à frente do vice-líder Wilco Keldermann (holandês da Sunweb) e abriu um pouco mais a sua diferença, agora em 17s. Os demais rivais pelo caneco estão na casa dos três e quatro minutos de déficit (veja a classificação abaixo).

A etapa 17 ocorre nesta quarta-feira e será uma das três duríssimas desta reta final, entre Bassano del Grappa e Madonna di Campiglio, de 209km com previsão de vitória da fuga, mas com possibilidade de algum dos ciclistas do Top10 ficar neste grupo para tentar diminuir a diferença para os dois primeiros colocados.

Gavíria, com Covid, abandona

A etapa desta terça-feira foi a primeira após o segundo dia de descanso do Giro e, como medida de segurança, todos os ciclistas foram testados para a Covid e apenas um atleta apresentou positivo: o colombiano Fernando Gavíria (Emirates). Com isso, ele teve de abandonar o giro. Gavíria não estava bem colocado, mas a curiosidade é que ele já havia testado positivo no Tour dos Emirados e tornou-se o primeiro ciclista de ponta a testar positivo duas vezes.

Classificação Geral

1 - João Almeida (Portugal/Quick-Steps) - 59h27m38s
2 - Wilco Kelderman (Holanda/Sunweb) + 17d
3 - Jai Hindley (Austrália/Sunweb) + 2m58s
4 - Geoghegan Hart Tao (GBR/Ineos) + 3m
5 - Pello Bilbao (Espanha/Bahrain) + 3m13s
6 - Rafal Majka (Polônia/Bora) + 3m21s
7 - Vicenzo Nibali (Itália/Trek) + 3m32s
8 - Domineco Pozzovivo (Itália/NTT) + 3m53s
9 - Patrick Konrad (Austria/Bora) + 4m12s
10 - Fausto Masnada (Itália/Quick-Steps) + 4m1es

Por pontos

Na classificação por pontos (velocistas), o francês Arnaud Demare, da equipe Ineos, manteve o primeiro lugar, com 221 pontos. Peter Sagan (eslovaco da Bora) segue em segundo, com 184 pontos. Como a prova desta terça-feira foi de montanha e bem complicada, os dois velocistas tinham o foco apenas em terminar a prova no tempo limite para evitar desclassificação.

1 - Arnaud Demare (França/Groupama FDJ) - 221 pontos
2 - Peter Sagan (Eslováquia/Bora) - 184
3 - João Almeida (Portugal/Quick-Steps) 90