Brasil x China

Meninas do Brasil bateram a China - Foto: Divulgação/CBV

Web vôlei
28/06/2022
13:57
Sofia (BUL)

O Brasil conquistou nesta terça-feira uma vitória suada na Liga das Nações feminina sobre a China por 3 sets a 2, com parciais de 25-20, 25-23, 18-25, 21-25 e 15-11, em Sofia, na Bulgária. A ponteira Gabi chamou a responsabilidade e terminou a partida como maior pontuadora, com 27 acertos (24 de ataque, dois de bloqueio e um de saque).

A escalação de José Roberto Guimarães teve Natinha e Julia Kudiess como novidades. “Ponto” para a líbero, segura na recepção e com boa presença na defesa. A central, embora discreta, se mostrou eficiente em momentos chave. Kisy, com 24 pontos (22 de ataque e 2 de bloqueio), foi outro nome importante. Carol anotou 15 (nove de ataque, cinco de bloqueio e um de saque). Ao todo, ataque do Brasil caiu 71 vezes, contra 59 da China.

A Seleção deu aula de voleibol no primeiro set. Macris teve o passe na mão e fez suas atacantes brincarem. Mas o duelo, que prometia ser o mais duro das brasileiras nesta semana, confirmou as expectativas. A Seleção caiu de nível na segunda parcial e se perdeu na terceira e na quarta. A precisão da levantadora brasileira não se manteve, enquanto Diao, do outro lado, assumiu o comando do jogo, fazendo todas as suas as atletas rodarem.

O maior destaque chinês foi a canhota Li, com 20 pontos, seguida pela oposta Gong, com 18, e a central Wang, com 15. Diao, que não encontrou muitas soluções ofensivas no primeiro set, apostou no crescimento de sua ponteira. E as asiáticas se animaram em meio aos gritos de Yuan, até então apagada.

No quarto set, Zé Roberto precisou fazer mudanças. O comandante mandou para a quadra Roberta e Julia Bergmann, na tentiva de recuperar um pouco daquele Brasil do início. A vitória não veio, mas o teste bastou para o tricampeão olímpico preparar a formação que voltaria à quadra no tie-break.

Macris retornou mais consciente, e Julia Bergmann permaneceu no grupo. O Brasil conseguiu o que parecia impossível: abrir três pontos de vantagem sobre as rivais. A ponteira de 21 anos e 1,96m teve ótima participação no saque e contribuiu no ataque. Gabi manteve o embalo e decidiu. Um toco de Carol decretou o triunfo verde e amarelo.

A Seleção Brasileira chegou aos 20 pontos e segue na terceira colocação geral, atrás de Japão (23) e Estados Unidos (21). O time volta à quadra nesta quinta-feira para enfrentar a Coreia do Sul, às 14h (de Brasília). O Brasil ainda terá pela frente a Bulgária e a Tailândia na terceira etapa. Ao final dela, as oito melhores avançam para a fase final.