Mikaela Shiffrin

Shiffrin se lamenta após não se classificar a final (Foto: FRANÇOIS-XAVIER MARIT / AFP)

LANCE!
07/02/2022
06:51
Yanqing (CHN)

Principal nome do esqui alpino feminino dos últimos anos e campeã olímpica no slalom gigante em PyeongChang 2018, a norte-americana Mikaela Shiffrin viveu um dia para esquecer no Centro Nacional de Esqui Alpino, em Yanqing, nos Jogos Olímpicos de Inverno.

A norte-americana perdeu uma das portas logo no início do percurso, ainda no topo da pista e não completou a prova que daria a vaga na final da disputa pela medalha de ouro.

- Senti que estava bem e indo pra cima. Mas em uma das primeiras curvas eu tive um pequeno, bem pequeno erro de timing, perdi o tempo da manobra, fui para o limite e acabou fazendo toda a diferença - disse Shiffrin sobre a descida falha.

Com Shiffrin fora da disputa, a conquista da medalha de ouro ficou em aberto e terminou no peito da sueca Sara Hector, que superou a italiana Federica Brignone e a suíça Lara Gut-Behrami, que ficaram com as medalhas de prata e bronze, respectivamente. 

Sara Hector
Sara Hector com sua medalha de ouro (Foto: FABRICE COFFRINI / AFP)

Apesar de ficar de fora da final do slalom gigante, Mikaela Shiffrin ainda terá mais cinco chances de conquistar uma medalha de ouro, sendo a próxima no slalom, na próxima quarta-feira. Shiffrin está a uma medalha de ouro de se tornar a maior medalhista de ouro da história do esqui alpino norte-americano.