Esquiva Falcão pede revanche contra Hebert Conceição e afirma: ‘Não sou amigo dele’

Boxeadores se enfrentaram no evento da luta de Anderson Silva contra Chael Sonnen

image_placeholder-1-aspect-ratio-512-320
Esquiva Falcão foi o primeiro medalhista brasileiro no boxe em Olimpíadas (Foto: Mikey Williams/Top Rank)

Escrito por Caio Gonçalves Ribeiro, supervisionado por

Apesar do combate entre Anderson Silva e Chael Sonnen ter sido o grande espetáculo da noite, Esquiva Falcão e Hebert Conceição protagonizaram uma bela luta também. No entanto, o clima não foi nada amistoso entre os dois medalhistas olímpicos. Após a derrota, Esquiva comentou sobre ter enfrentado Hebert.

➡️ Siga o Lance! no WhatsApp e acompanhe em tempo real as principais notícias do esporte

- Então, eu não sou amigo do Hebert, né? Muita gente achou: "Eles estão tentando para poder vender a luta". Mas não, eu não sou amigo dele. E não sou amigo nem antes da luta, e nem depois da luta. Não é porque ele ganhou de mim eu vou virar amigo dele. Eu respeito ele como atleta, mas como pessoa não. Falou mal da minha família. Ficou inventando coisas, da pandemia, né? Que eu quis aproveitar, falou que eu sou um 171. Então, assim, como atleta, ele tá de parabéns, mas como pessoa, ele para mim é zero pessoa. Eu acho que talvez aconteça uma revanche no futuro. Eu quero a revanche. Eu quero chegar para essa luta mais preparado. Eu acho que eu tenho toda condição de ganhar dele. Entendeu? E mostrar para ele que no ringue ali eu tenho muito mais experiência e que a vitória é minha. - declarou Esquiva.

A luta entre o vice-campeão olímpico de Londres 2012 e o campeão olímpico de 2021, em Tóquio, foi considerada por muitos a melhor da noite. De acordo com alguns especialistas, inclusive, é a maior luta da história do boxe brasileiro - principalmente por reunir dois medalhistas olímpicos dentro do ringue. Hebert Conceição venceu o combate por decisão unânime dos juízes.

Esquiva ainda respondeu sobre a importância do evento - que serviu como celebração da última luta de Anderson Silva no Brasil. O "Spider" afirmou que pretende continuar lutando, mas ao que tudo indica, essa foi a última vez que o brasileiro subiu em um ringue em sua terra natal.

- Não foi uma luta de verdade, mas acho que o povo mereceu. Quem assistiu a luta gostou, eu gostei e eu assisti, então estou feliz por poder participar em uma noite histórica assim, com medalhistas olímpicos se enfrentando. Além da Bia, que acabou fazendo a luta, o filho do Anderson Silva e o próprio Anderson Silva finalizando a noite. Então estou muito feliz por poder participar desse dia que é histórico para o esporte brasileiro. - afirmou o boxeador.

Hebert Conceição x Esquiva Falcão
Hebert Conceição venceu Esquiva Falcão por decisão unânime (Foto: Wander Roberto / Gazeta Press)

O cartel do Spaten Fight Night ainda contou com a luta entre Kalyl Silva, filho de Anderson Silva e Paul Roberto. O filho do astro do MMA venceu por decisão dos juízes. Além disso, Bia Mesquita encarou Jojo Ramos e saiu vencedora, por finalização.

circulo com pontos dentroTudo sobre

News do Lance!

Receba boletins diários no seu e-mail para ficar por dentro do que rola no mundo dos esportes e no seu time do coração!

backgroundNewsletter