Alexander Zhukov

Presidente do Comitê Olímpico Russo comemora decisão do COI (Foto: WANG ZHAO / AFP)

LANCE!
01/03/2018
14:52
Rio de Janeiro (RJ)

O Comitê Olímpico Internacional (COI) confirmou, nesta quinta-feira, a retirada da suspensão da Rússia por uso sistemático de doping. Os russos tinham sido punidos, em dezembro do ano passado, e impedidos de competir defendendo a bandeira do país por conta da descoberta de um esquema de doping envolvendo o Governo e o Comitê Olímpico Russo. Com a nova decisão, a Rússia volta a ser integrado ao movimento olímpico.

Vale lembrar que mesmo com evidências de manipulação no sistema antidoping do país, 168 atletas russos puderam participar dos Jogos Olímpicos de Inverno em PyeongChang. A única ressalva foi que os esportistas não poderiam ostentar símbolos nacionais.

Em entrevista à agência de notícias TASS, o presidente do Comitê Olímpico Russo, Alexander Zhukov, havia declarado que recebeu uma carta do COI comunicando sobre a suspensão da punição. 

- Hoje recebemos uma carta do COI sobre a reinstalação. A retirada da suspensão do Comitê Olímpico Russo vem depois do término da análise dos testes antidoping de PyeongChang 2018. O COI pôde confirmar que os outros resultados (da análise de amostras de atletas russos) são negativos. Isso significa que o Comitê foi reinstalado completamente - afirmou o dirigente.

O COI explicou também que a decisão de interromper a punição e recolocar a Rússia no movimento olímpico está estreitamente ligada aos resultados dos últimos exames antidoping realizados pelos atletas do país que competiram na Olimpíada de Inverno, em Pyegonchang. 

É importante ressaltar que nos Jogos Olímpicos de Inverno deste ano, dois atletas russos testaram positivo para substâncias proibidas. Alexander Krushelnitsky perdeu a medalha de bronze que tinha conquistado no curling, e atleta Nadezhda Sergeeva, do bobsled, foi eliminada da Olimpíada pelo mesmo motivo. O COI entendeu que esses casos foram acontecimentos isolados.

Em nota publicada hoje em seu site oficial, o Comitê Olímpico Internacional reiterou que todos os testes restantes voltaram com resultado negativo.

Confira o Comunicado do COI na íntegra:

A notificação final, da Doping-Free Sport Unit (DFSU), de todos os resultados de testes restantes da Delegação de Atletas da Rússia foi recebida.

O COI pode confirmar que todos os resultados restantes são negativos.

Portanto, como indicado na decisão do Conselho Executivo de 25 de fevereiro, a suspensão do Comitê Olímpico Russo está automaticamente anulada, com efeito imediato.