Kacio Freitas Ciclismo

Kacio Freitas conquistou o bronze nos Jogos Pan-Americanos (Foto: Washington Alves/COB)

Jonas Moura
28/08/2019
18:42
Enviado Especial a Lima (PER)*

O brasileiro Kacio Freitas, medalhista de bronze nos Jogos Pan-Americanos de Lima, em agosto, foi flagrado em exame antidoping para uso de uma substância proibida. O caso foi confirmado pelo atleta nesta quarta-feira. Ele ainda será julgado e pode perder o resultado. 

O ciclista disputaria o Campeonato Pan-Americano de pista, que acontecerá entre os dias 4 e 9 de setembro, em Cochabamba, na Bolívia, mas seu nome não foi incluído na convocação. A amostra B, da qual ele solicitou abertura, confirmou o resultado analítico adverso. A Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) não confirmou qual foi a substância, uma vez que aguarda ser notificada.

Em suas redes sociais, o atleta negou que tenha buscado obter vantagens e disse que provará sua inocência. Ele tomou a decisão de dar sua versão sobre os fatos após o caso ganhar força nas redes sociais.

- Durante toda a minha carreira, jamais utilizei de artifícios ou benefícios para tirar proveito trapaceando ou burlando qualquer tipo de regra. Estou com a minha consciência muito tranquila e afirmo que sempre respeitei a política antidoping das instituições, sou um atleta rastreado pelo passaporte biológico há quatro anos e sempre contribuí em prol de um esporte limpo e honesto. Desta maneira, afirmo que estarei recorrendo a todos os meios disponíveis para comprovar a minha inocência neste caso, inclusive com a realização de testes, por conta própria, em todos os suplementos e alimentos ingeridos durante aquele período - afirmou Kacio, que fez uma promessa:

- Tenho certeza que logo tudo estará esclarecido e eu possa voltar as competições com força total - completou o atleta.

Na quarta-feira, o blog "Olhar Olímpico", do "Uol", divulgou que dois nomes da delegação brasileira do Pan teriam testado positivo durante a competição. Andressa de Morais, medalhista de prata no arremesso de disco em Lima, com recorde sul-americano, seria a outra.

O ciclista garantiu um lugar no pódio na prova de velocidade por equipes masculina do ciclismo de pista, ao lado de Flavio Cipriano e João Vitor da Silva. O Brasil foi ao pódio graças a duas largadas falsas dos mexicanos.

Antes do início do Pan, o Brasil perdeu dois atletas suspensos por doping, ambos dos esportes aquáticos: o nadador Gabriel Santos e Maria Clara Lobo, do nado artístico. 

* O repórter viaja a convite do Comitê Paralímpico Brasileiro