Botafogo x Corinthians - NBB

BOTAFOGO 86x71 CORINTHIANS (Foto: Reprodução/Twitter)

LANCE!
09/11/2018
23:11
Rio de Janeiro (RJ)

O Botafogo segue com uma boa sequência no NBB. Nesta sexta-feira, os cariocas passaram pelo Corinthians pelo placar de 86 a 71, no Ginásio Oscar Zelaya, no Rio de Janeiro. Com o resultado, o Glorioso atingiu sua terceira vitória consecutiva e quarta na competição, enquanto os paulistas amargaram sua segunda derrota. Mesmo com o revés, Fuller foi o cestinha, com 21 pontos e cinco assistências. Do lado do Glorioso, Jamaal, que acabou desqualificado, anotou 19 e sete assistências. 

O próximo jogo do Botafogo será contra o Brasília, na quarta-feira, às 21h, no Distrito Federal. Na segunda-feira, o Corinthians recebe o Basquete Cearense, que busca se reabilitar, às 20h, em São Paulo. 

SUPERIOR 
Se o Botafogo queria manter o bom ritmo no NBB, conseguiu. A equipe carioca foi superior na primeira etapa em comparação ao Corinthians. O Glorioso teve maior tempo de bola, soube aproveitar os arremessos da bola de três pontos e nas infiltrações para tentar rebotes. Além disso, Jamaal estava "possuído", com 14 pontos anotados no primeiro tempo. Seu rival direto, Fuller concluiu em apenas dez bolas na cesta e teve dificuldades para tirar a diferença.

SEGUROU A PRESSÃO 
Na volta para segunda etapa, os paulistas voltaram diferentes. O Botafogo, em vantagem, procurou não cometer falhas para acabar sofrendo uma possível virada. Já que o Corinthians foi com tudo, com Fuller crescendo na partida, para diminuir a diferença dos adversários. A diferença que era de 20 pontos passou para 11, o que assustou os cariocas. O último período prometeu emoção. 

EMOÇÃO 
​Com a possibilidade de virada, o Timão colocou suas armas em quadra para conseguir o objetivo. O Glorioso buscou os chutes fora do perímetro, a qualidade de Jamaal, que acabou saindo da partida antes do término por agredir adversário e não jogará a próxima partida (desqualificação). Com isso, o Corinthians aproveitou a oportunidade, dos minutos finais, para tentar sair com empate. Contudo, a diferença era difícil de ser revertida e a conquista ficou para os donos da casa.