Darlan Romani

Darlan Romani venceu a etapa de Stanford da Liga Diamante (Foto: Divulgação/Diamond League)

LANCE!
01/07/2019
17:59
Stanford (EUA)

Após estabelecer a décima melhor marca da história no arremesso de peso, batido três vezes o recorde sul-americano, vencido pela primeira vez uma etapa Liga Diamante e entrado de vez no grupo dos maiores atletas da especialidade, o brasileiro Darlan Romani acredita que deu um passo significativo para buscar uma medalha em Tóquio-2020.

O atleta do Pinheiros venceu a sétima etapa do circuito, em Stanford (EUA), com 22,61m, no domingo. Ele fez quatro lançamentos acima dos 22 metros e melhorou o seu próprio recorde continental em 61 centímetros (era 22,00 m desde 15/9/2018).

– Mais um degrau alcançado e agora seguimos mais firmes ainda. Vamos em frente para mais batalhas – declarou Darlan, após o título.

O atleta também entrou para o seleto grupo de atletas do mundo que lançam acima de 22 metros no arremesso do peso.

– O sonho de todo atleta é uma medalha olímpica e mundial. Nós todos lutamos por isso. Meu objetivo este ano foi manter resultados estáveis e ser consistente em minhas ações. Eu entendi isto. Estamos no caminho certo – afirmou o brasileiro.

Darlan viajou nesta segunda-feira de volta para León, na Espanha, onde participa de um Camping Internacional de Treinamentos e Competições de Arremesso e Lançamento até o dia 3 de agosto. No domingo, tem mais uma competição na Polônia.

Da Espanha, o brasileiro segue direto para Lima, no Peru, onde participa dos Jogos Pan-Americanos, de 26 de julho a 11 de agosto. O atletismo em pista será na segunda semana do calendário de competições. Depois, terá pela frente o Mundial de Doha, no Qatar, de 27 de setembro a 6 de outubro, e o Mundial Militar de Wuhan, na China, em outubro.

O atleta venceu o americano campeão olímpico Ryan Crouser, segundo colocado, com 22,17m, e o campeão mundial neozelandês Tom Walsh, terceiro, com 21,76m.

A marca de 22,61m é a décima melhor de todos os tempos e a segunda melhor de 2019 (a primeira é justamente de 22,74m de Ryan Crouser).