Cris Cyborg quer renovar com o UFC, mas disse que tem que ser algo bom para ela (Foto: Yago Rédua/TATAME)

Cris Cyborg está liberada de seu contrato com o UFC, segundo Dana White (Foto: Yago Rédua/TATAME)

TATAME
03/08/2019
14:00
Rio de Janeiro (RJ)

Ao que tudo indica, a passagem de Cris Cyborg pelo UFC chegou ao fim. Vitoriosa contra Felicia Spencer no UFC 240, realizado no dia 27 de julho, em sua última luta do contrato com a organização, a brasileira teria um período exclusivo para negociar uma possível renovação com a franquia, mas de acordo com Dana White, presidente do Ultimate, isso não vai acontecer.

Poucos dias após Cris Cyborg fazer uma publicação nas redes sociais onde acusa o mandatário de bullying e exigir um pedido público de desculpas para que, assim, renovasse com o UFC, Dana parece ter perdido a paciência com a situação. Em entrevista ao canal do Ultimate no YouTube, o "Big Boss" revelou que vai liberar a brasileira da janela de negociação de renovação de seu contrato.

- Vou liberá-la de seu contrato. Não vou igualar nenhuma oferta. Ela está livre e liberada para ir para o Bellator ou qualquer outra organização, e fazer essas lutas fáceis que ela quer. Feito. Hoje (sexta-feira), eu literalmente farei meu advogado rascunhar uma carta para sua equipe que ela está livre e liberada para ir aonde quiser. Não temos mais nada com a Cyborg - decretou Dana, que ainda negou as acusações de que teria praticado bullying com Cris.

- O que eu quis dizer é que ela tinha o mesmo físico do Wanderlei Silva. Um mês depois, Wanderlei foi suspenso por três anos por fugir de um exame antidoping. Eu nunca fui fazer bullying sobre a Cyborg, a mídia me fez uma pergunta. Agora, uns hackers colocarem um clipe de 15 segundos é totalmente fora de contexto. Eu e Cyborg falamos sobre isso antes de ela vir ao UFC, e não esqueçamos: nós assinamos um contrato com ela para o Invicta em 2015 e a trouxemos para o UFC. Em 2015! Estamos em 2019! Que narrativa é essa? De onde está vindo? É uma cortina de fumaça para não enfrentar Amanda Nunes - disparou o mandatário.

Cyborg pede desculpas a Dana White

Através de suas redes sociais, Cris Cyborg ainda não comentou a respeito das declarações de Dana White a respeito da "não renovação" de seu contrato. No entanto, a lutadora fez uma publicação na última sexta-feira (2) onde pede desculpas ao presidente do UFC por conta do vídeo que foi publicado em suas mídias e também em seu canal no YouTube, que mostram trechos da conversa da curitibana com Dana após o UFC 240.

No comunicado, Cyborg revela que o vídeo foi editado por sua equipe de produção, o que tornou uma das declarações do mandatário "adulterada". A atleta reconheceu o erro e reiterou a sua postura profissional.

- Ei, pessoal. Eu sei que muitas pessoas viram o vídeo do meu confronto verbal com o Dana White depois do UFC 240, que foi postado no meu canal oficial do YouTube, na conta do Twitter e conta do Instagram. Quero que todos saibam que o vídeo foi editado pela minha equipe de produção para dar a impressão de que Dana me disse: 'e ouça, sempre que me ouvir dizendo certas coisas, não estarei dizendo... a verdade'. Dana não disse isso para mim, e as legendas no vídeo estavam incorretas. Como você pode ver no vídeo não editado, Dana realmente disse 'e ouça, sempre que você me ouvir dizendo certas coisas, eu não estarei dizendo coisas negativas sobre você'. Dana e eu tivemos muitas desavenças durante minha carreira no UFC, e eu tenho sido inflexível em defender-me em situações em que sinto que meu caráter e declarações foram deturpados e usados contra mim. Mas também me orgulho de ser uma pessoa honesta e uma verdadeira profissional. Assumo total responsabilidade pelas ações que resultaram na postagem do vídeo editado nas minhas contas de mídia social. Estávamos errados e resolvi esse problema com minha equipe de produção para que isso nunca aconteça novamente no futuro. Por fim, quero pedir desculpas a Dana White por postar o vídeo. Mesmo que continuemos a discordar sobre inúmeras questões, eu sempre defenderei o que é certo - afirmou Cris.