Felipe Melo - Palmeiras x Bragantino

Felipe Melo ficou de fora das últimas partidas do Palmeiras (Foto: Cesar Greco)

LANCE!/NOSSO PALESTRA
26/11/2021
17:30
São Paulo (SP)

Confirmado por Abel Ferreira como titular do Palmeiras na final da Libertadores, neste sábado (27), às 17h (de Brasília), no Uruguai, Felipe Melo concedeu entrevista coletiva ao lado do treinador na tarde desta sexta-feira (26) e respondeu questões sobre a decisão, a segunda do volante com a camisa palmeirense.

Confira imagens do tour pela vida de Piquerez, lateral do Palmeiras, em Montevidéu



Passando por preparação especial para estar 100% para a grande decisão continental, o jogador foi avaliado e aprovado para estar dentro das quatro linhas. Dizendo estar bem fisicamente, Melo relatou que sua ajuda como capitão ultrapassa o campo, realizando a função de líder dentro do vestiário.

- Na temporada passada, quebrei meu tornozelo e o pé e ficou toda uma incógnita sobre a minha volta ou não. Eu sentia muita fé que chegaria, e aconteceu. Novamente tenho esse probleminha, mas eu gosto de encarar os problemas já procurando uma solução. Vejo que quanto maior a luta e a dor, maior será a benção. Estamos nos preparando e com certeza estarei à disposição do treinador para ajudar meus companheiros. O grande capitão e líder ajuda o time com 90 minutos, cinco ou dez minutos. Fisicamente, estarei à disposição – destacou.

Além do físico, camisa 30 aproveitou a oportunidade para ressaltar a ansiedade sentida pelos jogadores. Na visão do atleta, o sentimento pode ser utilizado de maneira boa e definido como ‘um momento gostoso’.

- É usufruir até do frio na barriga. É um momento muito gostoso. 98% dos jogadores dariam de tudo para estar aqui. Os outros 2% talvez não pensem e queiram ir direto para a Europa jogar a Champions. Temos de aproveitar este clima – destacou.

Sem vencer o Flamengo desde o 2º turno do Brasileirão de 2017 e vivendo uma sequência de derrotas em partidas contra os cariocas, Melo ainda ressaltou que não existe favoritismo em um jogo com esse peso.

- Não existe favoritismo, são dois times gigantes, com grande elenco e tudo pode acontecer – analisou o capitão palestrino.

Porém, aproveitou o momento para criticar a mídia, relatando que existe má vontade da imprensa para criticar o Palmeiras, relembrando que a situação já havia ocorrido nas classificações diante de São Paulo, nas quartas de finais, e Atlético-MG, na semifinal. Em ambas as oportunidades, o Verdão era visto como azarão na disputa.

- Eu falei esta semana em uma entrevista que tem uma má vontade muito grande quando se fala do Palmeiras [...] O burburinho de que o Flamengo é melhor, está em melhor fase. Isto não entra em campo. Foi assim contra o São Paulo, contra o Atlético-MG, e o Palmeiras está na final – disse o camisa 30.

Veja no aplicativo do LANCE! o resultado dos jogos da rodada

Com contrato próximo ao fim, Felipe Melo tem seu futuro incerto no Palmeiras. Campeão Brasileiro em 2018 e da Tríplice Coroa em 2020, o capitão da equipe terá seu futuro tratado após a decisão continental.