Internacional x Cruzeiro - Gol Guerrero

(Foto: Divulgação/ Twitter)

Futebol Latino
15/05/2019
11:21
Porto Alegre (RS)

Na última semana, os chineses do Guangzhou Evergrande foram indicados pela mídia do Peru como interessados em fazerem um movimento no mercado para contratar Paolo Guerrero. Algo que, se acontecesse, teria maiores desdobramentos após a Copa América que será disputada no Brasil.

Entretanto, se o clube oriental quiser investir na contratação do centroavante, terá de obrigatoriamente passar pelo crivo do Colorado mediante aos termos que estão firmados o atual contrato de três anos de Guerrero com o clube gaúcho.

Isso porque, segundo informação resgatada pelo jornalista e famoso narrador Pedro Ernesto Denardin, o vínculo não possui qualquer valor estipulado de multa rescisória. Algo que, caso existisse, bastaria o depósito da mesma e a vontade do atacante em deixar o clube para que a transação pudesse ser legalmente concluída sem qualquer tipo de negociação junto ao Inter.

O acordo foi feito com esse modelo de negócio quase como um "agradecimento" da parte do staff de Guerrero, sendo contratado pelo Inter mesmo quando sua situação envolvendo o caso de doping estava em um verdadeiro imbróglio.

O jornalista ainda foi taxativo ao dizer que "não chegou nenhuma oferta nas mãos do presidente". Entretanto, caso chegue, já se sabe que o Colorado possuirá voz ativa nas negociações.