Internacional x América de Cali - Comemoração

(Foto: AFP)

Fabio Chiorino e Rodrigo Borges
17/09/2020
07:15
São Paulo (SP)

A despedida da Copa Libertadores antes de ser paralisada pela pandemia do novo coronavírus teve um Grenal de pouca bola e que terminou numa confusão generalizada, com oito expulsões - quatro de cada lado. Seis meses depois, o principal torneio sul-americano está de volta e os rivais do Rio Grande do Sul, ainda que no mesmo grupo, vivem realidades completamente distantes.

O Internacional lidera o Campeonato Brasileiro e, na noite de ontem, não se desesperou quando se perdeu na partida contra o América de Cali e insistiu até garantir a emocionante vitória no último minuto. Agora, o Colorado, que precisou disputar duas fases prévias, também lidera seu grupo na Libertadores e vê a vaga para as oitavas de final bem encaminhada. E o Grêmio? Patina no Brasileirão e reestreou na Libertadores com derrota para a Universidad Católica, em um jogo em que chutou apenas uma vez ao gol e teve menos de 40% de posse de bola.

Enquanto Eduardo Coudet vai moldando um Inter aguerrido e de boa técnica, Renato Portaluppi repete a prática de tentar driblar as críticas com seu tom debochado. A temporada, que só vai acabar no início de 2021, é longa e ainda não há nenhum time brasileiro sobrando em campo, mas, até agora, os gigantes do Sul sentam em lados opostos: o Internacional na poltrona, e o Grêmio no divã.

O LANCE! Espresso é uma newsletter gratuita que chega de manhã ao seu e-mail, de segunda a sexta. Leitura rápida, que vai colocar você por dentro das principais notícias do esporte. A marca registrada do jornalismo do LANCE!, com análises de Fabio Chiorino e Rodrigo Borges. Clique aqui e inscreva-se.