Rodolfo Landim e Rogério Caboclo

Landim e Rogério Caboclo - afastado desde junho por denúncia de assédios sexual e moral (Foto: Divulgação)

LANCE!
27/07/2021
12:04
Rio de Janeiro (RJ)

A última segunda-feira presenciou um abalo nas estruturas dos bastidores do futebol brasileiro. Os presidentes do Flamengo, Rodolfo Landim, e da Federação Paulista de Futebol (FPF), Reinaldo Carneiro Bastos, foram nomeados interventores na CBF por uma decisão judicial, mas, sem a obrigação de aceitarem, se mostram cautelosos. Neste primeiro momento, há resistência, afastamento e estudo da dupla em relação à função. 

A informação inicial é do site "ge". A Justiça do Rio de Janeiro, na sequência da anulação da eleição do então candidato único Rogério Caboclo (vencida em 2018), nomeou a dupla para comandar a CBF de forma provisória por 30 dias e conferiu cinco dias para os presidentes responderem se aceitam ou não serem interventores da CBF - cuja entidade recorrerá da decisão.

Em um grupo virtual, Landim encaminhou um áudio a presidentes de clubes das Séries A e B do Brasileiro. O mandatário do Flamengo se diz surpreso e avisa que só aceitaria a missão com o respaldo unânime dos dirigentes.

- Não conheço o excelentíssimo senhor juiz que tomou essa decisão. Nem sei por que ele tomou essa decisão, dou minha palavra para vocês [...] De uma coisa podem estar certos: antes de aceitar qualquer missão que venha a ter só o farei se tiver o respaldo de todos vocês [...] Tenho que entender um pouco mais essa decisão. Tenho várias dúvidas do que está escrito [...] - falou Landim.

Reinaldo Carneiro Bastos também se mostrou reticente quanto à decisão e seguiu a linha de Landim acerca do amparo. Em nota oficial divulgada na última segunda-feira, Flamengo e Federação Paulista de Futebol informaram que analisarão em conjunto a federações, clubes e advogados. Confira:

- Os presidentes da Federação Paulista de Futebol, Reinaldo Carneiro Bastos, e do Clube de Regatas do Flamengo, Rodolfo Landim, informam que analisarão em conjunto com federações, clubes e advogados a decisão da Justiça do Rio de Janeiro que os nomeiam interventores da Confederação Brasileira de Futebol. Tão logo tomem uma decisão, os presidentes da FPF e do Flamengo se manifestarão publicamente - diz o comunicado.

+ Veja a tabela completa do Campeonato Brasileiro

Se aceitarem, Landim e Carneiro Bastos teriam como obrigação a "convocação do Colégio Eleitoral, composto pelas Federações e times da primeira divisão do campeonato brasileiro, para votarem a alteração estatutária no que diz respeito a redefinição das regras do estatuto de 2015." Vale destacar que nenhum dos dois poderia concorrer na próxima eleição à presidência da CBF.