Douglas Souza - Seleção Brasileira Masculina de Vôlei

O atleta da Seleção Brasileira de vôlei masculino Douglas Souza foi um dos entrevistados para a série (Divulgação)

LANCE!
28/06/2021
19:47
São Paulo (SP)

O "SportsCenter" começou a exibir nesta segunda-feira uma série especial em celebração ao Mês do Orgulho. A produção que retrata temas relacionados à comunidade LGBTQIAP+ e o esporte irá ao ar nas edições da manhã e da noite do programa da ESPN Brasil, às 10h e 21h, e é composta por três episódios: “Unidos pela Inclusão”, “Amor Manifesto” e “World Gay Games”.

> Confira a classificação atualizada do Brasileirão 2021 e simule as rodadas!

+ Conheça o novo app do LANCE! e fique por dentro dos resultados e notícias!

O primeiro episódio da série: “Unidos pela Inclusão”, foi ao ar nesta segunda-feira e conta como o esporte contribui para o reconhecimento e empoderamento dos atletas LGBTQIAP+. Barreiras iniciais, dificuldades sociais, medos, reflexões, autoestima, desenvolvimento, talento, família e romances com Izzy Cerullo (rugby) e Douglas Souza (vôlei) como protagonistas.

Na terça-feira, o "SportsCenter" exibe o segundo capítulo: “Amor Manifesto”, que fala sobre diversidade sexual no Japão, tendo como pano de fundo os Jogos Olímpicos de Tóquio. Tradicionalismo, ruptura, aceitação, orgulho e disseminação, tendo Kiyomi Nakamura (jornalista) e Shiho Shimoyamada (atleta japonesa) como personagens centrais, além de Rogério Sampaio (ex-atleta e atual diretor do COB) que comentou na produção. 

- Essa edição dos Jogos Olímpicos traz uma discussão sobre novos temas e o Japão não realizaria os Jogos Abertos se não estivesse aberto para esse debate - comentou Rogério Sampaio. 

O terceiro e último episódio da série, “World Gay Games”, vai ao ar na quarta-feira e retrata a competição criada pela comunidade LGBTQIAP+, evento que ganha tração a cada edição (última em Paris 2018 e próxima em Hong Kong 2022). A matéria feita com personagens brasileiros que encontraram um espaço seguro e feliz para se dedicarem ao esporte conta com a participação de Tiely (cineasta, rapper e jogador de rugby) e de jogadores do Beescats, primeira equipe LBTQIAP+ do Rio de Janeiro.