LANCE!
12/01/2022
18:14
Rio de Janeiro (RJ)

O ex-atacante Roberto Dinamite, maior ídolo do Vasco, anunciou que está fazendo quimioterapia para tratamento de um tumor, o que levou a diversos clubes e ex-atletas a se comoverem com a situação do craque. Um deles foi o tetracampeão mundial Romário, com quem já teve algumas discussões desde que Dinamite foi presidente do Cruz-maltino.

> Confira as tabelas dos campeonatos estaduais e simule os resultados!

- Apesar das nossas diferenças, eu sempre vou querer que ele tenha a maior saúde do mundo. Espero que passe logo por esse momento, que Papai do Céu esteja com ele, e que possa se recuperar dessa doença o mais rapidamente possível - contou Romário em entrevista ao portal UOL. 

Em 2012, quando Roberto Dinamite presidia o Vasco e Romarinho, filho de Romário, atuava no clube, os dois ex-atacantes tiveram uma série de desentendimentos. Na época, o Baixinho cobrava do Vasco uma dívida de cerca de R$ 50 milhões e estaria descontente pela recisão do clube com seu filho. 

Já Dinamite estaria tentando remover uma estátua de Romário inaugurada por Eurico Miranda em São Januário em homenagem ao ex-atacante. 

- Meu filho estava lá desde os 14, 15 anos, vendo os filhos dos outros jogando, alguns sem qualidade. Estavam de sacanagem com ele. Há dois anos, aconteceu o seguinte: Romarinho estava cansado, diminuiu o ritmo, e o preparador físico disse pra ele: 'Tá pensando o quê? Só porque você é filho do Romário? Aqui, a gente trata todo mundo igual'. Ali, eu vi que havia retaliação - disse Romário em entrevista em 2012. 

Romário - Vasco da Gama
Ídolo do Vasco, Romário se solidarizou com Roberto Dinamite (Foto: Arquivo/Lance!)