Gabigol e Bruno Henrique - Flamengo

Gabigol e Bruno Henrique, ambos do Flamengo, venceram a Libertadores em 2019 (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)

LANCE!
20/02/2020
12:55
Rio de Janeiro (RJ)

O programa "Seleção SporTV" debateu, na tarde desta quinta-feira, as alterações de Jorge Jesus no empate de 2 a 2 entre o time carioca e o Independiente del Valle (EQU), pela Recopa Sul-Americana. Para o comentarista Lédio Carmona e o apresentador André Rizek, é complicado escolher quem é mais difícil de substituir entre Bruno Henrique e Gabigol, dupla de ataque do Rubro-Negro.

- O Bruno me lembra o Bebeto, com mais posição fora de área. Não consigo medir o mais especial entre ele e Gabigol. Jesus tentou mudar o esquema sem o Gabriel e errou - afirmou o jornalista André Rizek.

- Acho mais difícil substituir o Bruno Henrique que o Gabigol. Tanto que Jorge Jesus trocou e errou - opinou Lédio Carmona.

Na partida desta quarta-feira, o treinador português não contou com o camisa 9 da Gávea, Gabigol, e teve que adiantar o meia Diego para a posição do goleador. Contudo, segundo os comentaristas, a ideia não deu certo.

Além disso, eles debateram sobre a escolha de iniciar com o atacante Pedro na reserva. Lédio lembrou das dificuldades de se substituir Bruno Henrique, enquanto Gabigol possui o outro centroavante de destaque no banco.

Após o empate, o time carioca desembarcou nesta quinta no Rio e disputará, no sábado, às 18h, contra o Boavista, pela final da Taça Guanabara, no Maracanã. A partida de volta pela Recopa será na próxima quarta, no Maracanã, às 21h30.