Fabio Luciano

Fábio Luciano durante o programa Resenha ESPN (Reprodução/ESPN Brasil)

LANCE!
11/01/2021
10:29
Rio de Janeiro (RJ)

Após a derrota do Flamengo por 2 a 0 para o Ceará, o comentarista da ESPN Brasil e ex-zagueiro rubro-negro Fábio Luciano analisou o comportamento de Gabigol no banco de reservas como uma provocação ao seu técnico, Rogério Ceni. De acordo com o comentarista, esse procedimento "não é normal" e talvez "não permitido pela regra". 

> Confira classificação atualizada do Brasileirão 2020 e simule os resultados

- Não é o procedimento normal ir para o banco de reservas, tirar a chuteira e ficar com a camisa de treino. Acho que nem é permitido pela regra. Tem que ficar com o uniforme, pronto para entrar em jogo. Então, acho que foi uma provocação do Gabigol à situação de ele ficar no banco. Depois, ele é cobrado pelo quarto árbitro e faz isso - disse o ex-jogador. 

O comentarista ainda completou que Ceni está em uma posição muito difícil e os atletas parecem "não correr muito por causa do ano passado [2019]". 

- É muito difícil para o Rogério Ceni, assim como foi para o Dome. O Flamengo vem de um ano em que todos os jogadores eram estrelas do país. E foram merecedores em 2019, ganharam tudo. Mas o tempo passa, as coisas mudam, tem que olhar para frente. O treinador que chega no Flamengo bate neste muro - contou o ex-zagueiro.

- Ele quer mexer em uma peça e o jogador deve pensar que não está reconhecendo a história. É difícil. São todos jogadores grandes. Tem um bloqueio para tirar Arrascaeta, Everton Ribeiro, Gabigol, Willian Arão. E os jogadores não estão dando passos à frente, estão presos ao passado. Parece que acham que não precisam correr muito por causa do ano passado - concluiu o comentarista. 

A próxima partida do Flamengo no Brasileirão será contra o Goiás, no dia 18, em Goiânia. Os rubro-negros estão na quarta posição e sete pontos atrás do líder São Paulo.