Carlos Alberto Vieira
05/03/2019
02:18
Rio de Janeiro (RJ)

Tradicionalmente, o domingo de desfiles das Escolas de Samba é o dia das celebridades esportivas na Marquês de Sapucaí. Mas, desta vez, a coisa mudou.  O fim noite desta segunda-feira e início da madrugada  bombou com as presenças de Ronaldinho na pista e  Ronaldo Fenômeno e Neymar nos camarotes.

Neymar é vapt-vupt nos camarotes

Presença incerta, já que tem o voo para Paris programado para esta terça-feira e tinha sido muito criticado por largar o tratamento no pé direito (motivo que levou o Paris  Saint-Germain a liberá-lo para vir ao Brasil),  Neymar saiu de sua mansão em Mangaratiba para, junto com um séquito de amigos como MC Guimê, a cantora Anitta  e os tradicionais parças, chegar ao Sambódromo entrando pelo setor de concentração das escolas.

Para passar despercebido, ele, assim como a cantora Anitta, estava de boné e meio agachado no meio dos cerca de 20 parceiros e seguiu para o 'Camarote Rio' que fica no setor 4. 

Diferentemente dos outros convidados, a turma do Ney não precisou passar pela fila de entrada, recebeu as camisas que serviam de ingresso e entrou para acompanhar o desfile da Portela. Com um detalhe: muitos parceiros estavam com camisas de outros dois camarotes, um deles o de Ronaldo. 

Fenômeno no Novo Camarote

O Fenômeno chegou ao Novo Camarote, do qual ele sócio, por volta de meia-noite, também com uma tropa de seguranças. Foi direto para a varanda ver o desfile da Portela, confirmando que Neymar seria o seu convidado de honra. E não deu outra. Exatamente à 0h55 o craque do PSG aportou, já com a camisa vermelha, no Novo Camarote e entrando para a área Vip.

R10 e a sua paixão portelense

Ronaldinho, por sua vez, fez sucesso na passarela. Ele deixou o seu camarote pessoal assim que a Vila Isabel passou pelo setor e foi pela Sapucaí em sentido contrário rumo à concentração da Portela, a sua escola do coração. Vestido com a roupa da diretoria, um elegante terno branco com detalhes em azul, ele acenou para a torcida e parou para mais de 200 fotos e selfies, atendendo a todos, conversando com muitos dirigentes portelenses e fazendo questão de dar um abraço em Zeca Pagodinho, tão ovacionado quanto R10 e que também passava pelo setor 1.

- É uma honra poder desfilar pela Portela. Quero sempre estar aqui. Mas gosto de todas as escolas e se pudesse desfilaria no máximo que pudesse, veria o trabalho de todos os amigos.

Quando perguntado se ele iria dar um abraço em Neymar que acabara de chegar, R10 se surpreendeu.

- Bom ele ter chegado. Mas não sei se ele vai lá no meu camarote. Vou ligar para ele depois de sair na Portela - disse R10.

Definitivamente a segunda-feira estava estrelada, com a presença dos três jogadores mais relevantes do Brasil nos últimos 25 anos...