Hulk e Gabigol

(Montagem LANCE! Alexandre Vidal / Flamengo PEDRO SOUZA/ATLÉTICO)

LANCE!
10/02/2022
17:35
Rio de Janeiro (RJ)

A Supercopa do Brasil acontece no dia 20 de fevereiro entre o Atlético Mineiro e o Flamengo mas o local da partida ainda está sendo contestada pelo Galo após polêmicas com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF). E durante o 'Seleção SporTV' desta quinta-feira, o comentarista Lédio Carmona criticou a maneira como a CBF organizou o campeonato.

> Confira as tabelas dos campeonatos estaduais e simule os resultados!

- O que eu acho é o seguinte, e eu não vou entrar no mérito dessa discussão de cartolas, só acho que para acabar com isso a CBF tem que fazer como a Uefa faz, como a própria Conmebol está fazendo: um ano antes você já marca a sede do jogo sem saber quem vai jogar! Já marca a data, marca a sede, e acabou a discussão, você já sabe aonde vai ser o jogo. E paciência, está marcado há um ano, como é a Champions League, acabou, ninguém aguenta essa ladainha! - criticou o comentarista. 

- Não estou dizendo quem está certo, quem está errado, isso é muito chato, gente! Primeiro que o local foi marcado dez dias antes do jogo começar e em qualquer lugar do mundo isso é marcado um antes, dois anos antes, só aqui é difícil. Só pegar a bolinha do calendário e marcar: ano que vem vai ser em Niterói a final da Supercopa do Brasil - continuou o jornalista. 

Lédio Carmona também lamentou o que aconteceu com a Supercopa do Brasil deste ano que poderia ser um 'jogo legal'. 

- É um jogo legal, vamos surfar no jogo, mas virou uma guerra, um bate-boca, uma coisa insurportável - completou Lédio.