Jon Jones, após título dos meio-pesados no UFC 232, provoca seu desafeto Cormier (Foto: Getty Images)

Jon Jones, após título dos meio-pesados no UFC 232, provoca seu desafeto Cormier (Foto: Getty Images)

LANCE!
29/09/2021
14:39
Rio de Janeiro (RJ)

Pela primeira vez, Jon Jones se pronunciou sobre as recentes polêmicas que envolvem o ex-campeão do UFC. Na última sexta-feira, o lutador norte-americano foi preso em Las Vegas acusado de violência doméstica e adulteração/lesão de veículo no valor de US$ 5.000 ou mais. Segundo o boletim que o 'TMZ' teve acesso, Jones ainda teria batido a cabeça na viatura policial que o deteve após a agressão contra Jessie Moses, noiva do ex-UFC. 

Na noite de ontem (28), Jon Jones usou as redes sociais para desabafar. Sem relacionar diretamente sobre as acusações, o lutador deixou uma série de mensagens referentes ao seu atual momento.

CONFIRA O DESABAFO

- Eu tenho muito trauma em consumir álcool. Meu cérebro simplesmente não consegue mais lidar com isso. Eu vou deixar o álcool no meu passado para sempre.

- Agora é hora de trabalhar mais duro do que nunca

- Transformar esse pesadelo na melhor coisa que já aconteceu na minha vida

- O que o diabo significa para o mal, Deus significa para o bem 

- De volta para os trilhos

Jones
Jon Jones usou o Instagram para se pronunciar (Foto: Reprodução)

Ainda segundo informações do boletim divulgado pelo 'TMZ', Jessie foi encontrada com com lábios inchados e com sangue nas vestimentas e na boca. A mulher declarou em depoimento que estava dormindo no quarto de hotel em que estavam hospedados, quando Jon Jones "não chegou feliz" depois da festa do Hall da Fama do UFC. Sobre a discussão, Jessie Moses disse que "não foi muito física, mas um pouco sim".

Jones pagou fiança e aguarda o julgamento que ocorre em 26 de outubro. Mesmo que Jessie não queira seguir adiante com a queixa, caso amostras biológicas de Jones forem encontradas, o lutador será formalmente acusado.