Reginaldo Leme

Reginaldo Leme cobre Fórmula 1 a quatro décadas (Foto: Reprodução)

LANCE!
11/04/2019
14:51
São Paulo (SP)

O Grande Prêmio da China de 2019 é muito mais do que a terceira etapa da atual temporada da Fórmula 1. Neste fim de semana, a principal categoria automobilística do mundo completa 1000 corridas disputadas.

Uma marca histórica que provavelmente não contará com a participação de Reginaldo Leme, repórter que está perto de completar 700 coberturas de GPs, mas que deve ficar fora desta, por estar internado no hospital Albert Einstein, em São Paulo, com diagnóstico de pneumonia e erisipela.

- Me sinto super bem. Estou com tosse por causa da pneumonia, que não é muito forte, mas me sinto bem. E a erisipela, embora não doa, incomoda porque a pele fica muito sensível - disse em entrevista ao 'Motorsport.com'.

O experiente jornalista, que cobre corridas desde a década de 1970, ainda nutre esperança de participar da corrida, mas deve ficar de fora dos treinos livres que será realizado na madrugada desta quinta-feira, no horário brasileiro.  Apesar de achar que sua saúde é mais importante, Leme disse que é 'dolorido' ficar de fora da corrida de número 1000.

- Eu estou perto de completar 700 GPs. Imagine como é dolorido ficar fora da milésima. Claro que a prioridade é a minha saúde. A Globo me deu todo suporte e eu estou dispensado, a não ser que o hospital me libere para fazer a corrida. Não participo dos treinos, não participo de nada. Só vai ao ar reportagens que estavam gravadas. Mas estou lamentando muito. Estou perto de 700 Grandes Prêmios na carreira e vou faltar justo no Grande Prêmio 1000 - lamentou.

O médico que trata Reginaldo é o mesmo que o operou uma embolia na perna esquerda do jornalista em 2014. Reginaldo afirmou que o médico perguntou a ele qual era a importância de perder esse GP já que fez tantos na carreira.

- Foi até engraçado. Ele falou: 'Cara, que importância tem um Grande Prêmio a mais na sua carreira? Tem algo especial?'. Respondi: 'Não, não. É apenas o o GP nº 1000'. Ele quase caiu pra trás - completou.