Logo Lance! Betting

Homem é acusado de fazer gesto racista para torcida do Flamengo na final da Supercopa do Brasil

Imagens que circulam na internet mostra homem circulando pelo gramado e fazendo gesto que também foi apontado na internet como sendo uma alusão a comemoração de Hulk


Escrito por

Um homem está sendo acusado de fazer um gesto racista - ao supostamente imitar um macaco - para torcedores do Flamengo durante a final da Supercopa do Brasil vencida pelo Atlético-MG neste domingo. Outros comentários na internet afirmam que o homem imitava a comemoração do atacante Hulk, que faz referência ao herói dos filmes da Marvel.

Suposto insulto racista - Flamengo x Atlético-MG - Supercopa do Brasil 2022
Atlético negou que homem seja funcionário do clube (Foto: Reprodução/Twitter)

Segundo o jornal 'Extra' o homem não seria funcionário do Atlético-MG, mas teria acesso ao gramado. Ele aparece no vídeo correndo e fazendo o gesto em provocação a torcida flamenguista. No vídeo é possível ver os torcedores reagindo com gritos de 'racista'. Ainda segundo o jornal, a CBF está tentando identificar o homem.

Um segurança do estádio relatou que ouviu reclamação por parte da torcida e que também teria ouvido o homem chamar os torcedores de 'macaco fedorento'. Veja o vídeo:

O Galo divulgou nota oficial confirmando a informação de que o homem não é funcionário do clube e que estaria apoiando as investigações para identificá-lo.

Confira a nota do clube mineiro na íntegra:

"Sobre o suposto episódio de racismo repercutido nas redes sociais e ocorrido ontem, no gramado da Arena Pantanal, em Cuiabá, depois da conquista do título da Supercopa do Brasil pelo Galo, o Atlético esclarece:

1 - O indivíduo que aparece nas imagens nunca fez e não faz parte do quadro de funcionários do Galo, tampouco é prestador de serviços do Clube;

2 - O Clube não tem conhecimento de como o indivíduo teve acesso ao gramado, embora saiba que ele não portava credencial que o autorizasse a estar no local;

3 - Ao perceber a presença de pessoa estranha no gramado, o Atlético, através de um dos seus seguranças, encaminhou o indivíduo aos seguranças da CBF, para que o mesmo fosse imediatamente retirado do local;

4 - O Clube vai aguardar posicionamento das autoridades sobre o assunto, para que seja esclarecido se o gesto foi uma imitação de comemoração ou um ato discriminatório;

5 - O Galo reforça sua posição de repudiar veementemente qualquer ato de racismo ou de preconceito contra quem quer que seja. O Galo, afinal, é preto e branco!"

News do Lance!

Receba boletins diários no seu e-mail para ficar por dentro do que rola no mundo dos esportes e no seu time do coração!

backgroundNewsletter