LANCE!
05/02/2021
11:03
Rio de Janeiro (RJ)

A Globo não será mais a casa da Fórmula 1 na TV brasileira. Após a Band acertar, nesta sexta-feira, com a dona dos direitos de transmissão, uma das categorias automobilísticas mais famosas do público perderá nomes consagrados que se notabilizaram por participar ativamente da proximidade do torcedor com o esporte - que não tem grande nome nas pistas atualmente.

+ Veja a tabela de classificação da Série A do Brasileirão

Mariana Becker, Galvão Bueno, Cléber Machado e Everaldo Marques Globo Fórmula 1
Mariana Becker, Galvão Bueno, Cléber Machado e Everaldo Marques participavam das transmissões da Globo (Reprodução)

+ Fórmula 1 na Band: Lembre grandes eventos esportivos que já passaram fora da Globo

A Fórmula 1 começou a ser exibida na Globo em 1981, quando a categoria ainda não era muito conhecida pelo público. Cerca de 40 anos depois e com diversos pilotos de destaque na história das pistas, o brasileiro se acostumou a ver Galvão Bueno e Reginaldo Leme comentando as emoções do ronco dos motores.

Porém, Galvão, aos 70 anos, não estará mais na ativa. Fora das cabines de transmissão desde 2020 por conta da pandemia, ele encerra seu ciclo ao menos durante os dois anos de contrato da F1 com a Band.

Com a vaga aberta por Galvão na última temporada, Cléber Machado virou o titular, ao lado de Luciano Burti. Criticado por alguns internautas, Cléber chegou a dar espaço também para Everaldo Marque - que se tornou o "queridinho" do público quando participava da F1 no Grupo Globo.

Além dos narradores, a Fórmula 1 também deixará de ter Mariana Becker. A repórter, que foi contratada pela globo em 1994 e está nas atividades automobilísticas desde 2008, ficou conhecida pelo profundo conhecimento sobre o esporte, assim como por ser figura carimbada nas manhãs de domingo de F1. 

Por outro lado, Reginaldo Leme volta aos comentários. Agora na Band, o jornalista é conhecido por ser responsável por ajudar a fortalecer a paixão do brasileiro pelas pistas. Ele havia deixado a Globo e retornará em 2021 a comentar as emoções de pilotos como Lewis Hamilton, da Mercedes, e Charles Leclerc, da Ferrari, em outra emissora.