Montagem

Alexandre e o pai, Edmundo (Foto: Reprodução/Instagram)

LANCE!
12/07/2020
12:49
Rio de Janeiro (RJ)

O cineasta independente Alexandre Mortágua, filho do ex-jogador Edmundo, está vendendo potes de geleias através das redes sociais para pagar as contas durante a pandemia. O jovem de 25 anos, que não vê o pai desde os 16 anos, afirmou que a pandemia do COVID-19 trouxe grandes problemas financeiros para ele e a amiga com quem divide apartamento.

- Tempos difíceis para uma #gayfreela como eu. Eu amo cozinhar e os últimos meses foram bem ruins de trabalho (tipo quase nada). Ficar sem pagar as contas ainda não pode. Eu e minha parceira de vida resolvemos produzir algumas coisas gostosas que cozinhamos em casa no dia a dia - disse no Instagram.

Alexandre já deixou claro que sua relação com o pai não é das melhores. Em outubro de 2019, o cineasta revelou que não encontra o ex-jogador e agora comentarista desde que tinha 16 anos.

- Na última vez que eu encontrei meu pai eu tinha 16 anos e foi pela decisão de um juiz. Só que é isso, quando você lembra de uma pessoa que você gosta, você pensa na sua mãe, por exemplo, vem um cheiro, uma frase engraçada, uma comida gostosa. Dele não me vem nada - afirmou em entrevista ao programa "Luciana By Night".

Filho da ex-modelo Christina Mortágua com o ex-jogador, Alexandre Mortágua lançou no ano passado o documentário "Todos nós cinco milhões", no canal O Baile, no Youtube. O vídeo aborda o tema do processo de reconhecimento de paternidade no Brasil, algo que aconteceu com a família.

Christina relembrou o episódio no documentário do filho, postado no Dia dos pais. Na cena, enquanto passam imagens de VHS do primeiro aniversário de Alexandre - ele ainda não tinha sido reconhecido por Edmundo -, a mãe do diretor qualificou o desgaste de provar a paternidade como "uma das coisas mais humilhantes e degradantes" que ela viveu.