Neto - Donos da Bola

Neto apresentando o programa 'Donos da Bola', na Band  (Reprodução / Band)

LANCE!
28/06/2021
21:21
São Paulo (SP)

O ex-jogador Neto falou, durante o "Donos da Bola" desta segunda-feira, que Lázaro Barbosa, o assassino que passou 20 dias fugindo da polícia em Goiás, não deveria ter sido morto durante a operação policial que o encontrou nesta manhã. O apresentador afirmou que, se tivesse ficado vivo, o criminoso poderia servir de "exemplo de punição".

> Confira a classificação atualizada do Brasileirão 2021 e simule as rodadas!

+ Conheça o novo app do LANCE! e fique por dentro dos resultados e notícias!

- Eu acho que um cara como esse [Lázaro], o que ele fez, deveria estar vivo, ser um exemplo de punição. A morte foi uma salvação para ele. As pessoas vibrarem por ele morrer - afirmou o apresentador. 

- Eu queria esse cara preso, sendo julgado, pegando trinta anos de cadeia, ficar dentro de um presídio onde sabem que ele matou uma criança, uma mulher, rasparem o pelo dele desde a cabeça até o pé. E o que mais me deixa bravo é que todo mundo tem foto dele morto porque está aí na internet - concluiu Neto. 

Também na edição do "Donos da Bola" desta segunda, Neto ficou revoltado com o gol do Cazares no empate entre Fluminense e Corinthians em 1 a 1 deste domingo pela Série A do Brasileirão 2021. O ex-atleta afirmou que o goleiro Cássio sofreu um "frangaço"